Zoonoses orienta sobre cuidados com os animais nas festas de fim de ano

Saiba que cuidados tomar para proteger seu amigo durante a queima de fogos de artifício

Zoonoses orienta sobre cuidados com os animais nas festas de fim de ano

Saiba que cuidados tomar para proteger seu amigo durante a queima de fogos de artifício

Por Assessoria | Edição do dia 28 de dezembro de 2021
Categoria: Maceió | Tags: ,,,


Durante as festas de fim de ano, os animais, principalmente cães e gatos, costumam ficar muito estressados e assustados com o barulho dos fogos de artifício devido a sua grande sensibilidade auditiva. Por conta do momento estressante, muitos correm o risco de se machucar ou mesmo fugir de casa para se esconder.

Buscando diminuir os danos causados por essas situações, o médico veterinário e gerente das ações de controle da Raiva da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) do município, Wellington Diniz, dá algumas orientações de como cuidar dos pets nesse final de ano, visando amenizar os problemas causados por esse barulho excessivo.

“Com as festas de fim de ano e a tradicional queima de fogos, os animais sofrem muito e isso acarreta uma série de consequências. Esses problemas podem ir desde a fuga do animal para se esconder, caso o tutor descuide do portão da casa, até o desenvolvimento de problemas psicológicos como ansiedade. Em casos mais extremos um mal súbito pode levar o animal a óbito por problemas cardíacos, por exemplo, para aqueles que tem a predisposição a isso”, explica o veterinário.

Para amenizar esses sintomas, os tutores podem seguir algumas recomendações. “Uma das maneiras de evitar os danos é trancar portas e janelas, tanto para diminuir o barulho quanto para evitar fugas e levar o animal para um ambiente da casa onde ele se sinta seguro e protegido. Aliado a isso o tutor pode também fazer o uso de calmantes naturais, que devem ser prescritos pelos veterinários, para diminuir a agitação e a ansiedades causadas pelo momento”, afirma Wellington Diniz.

Outras orientações que podem ser seguidas pelos tutores é o uso de coleiras de identificação (plaquinhas) contendo os dados do animal, para o caso de uma fuga e colocar um chumaço de algodão nos ouvidos dos animais, retirando-o quando acabar a queima de fogos. Caso o ambiente possua telas de proteção, principalmente quando é uma residência com gatos, é importante que as telas sejam checadas para garantir a proteção dos animais.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados