YouTube lança aplicativo rival para Spotify no Brasil

YouTube Music, que também terá versão gratuita, mas com anúncios, chega ao País três meses depois do lançamento nos Estados Unidos

YouTube lança aplicativo rival para Spotify no Brasil

YouTube Music, que também terá versão gratuita, mas com anúncios, chega ao País três meses depois do lançamento nos Estados Unidos

Por | Edição do dia 25 de setembro de 2018
Categoria: Notícias, Tecnologia | Tags: ,,,,


images

A partir desta terça-feira, 25, os brasileiros têm mais uma opção no mercado de serviços de streaming de música. E a novidade vem de um velho conhecido: às 13 horas, começa a funcionar no Brasil o YouTube Music, nova plataforma do Google para o setor, hoje liderado por nomes como Spotify e Apple Music. Com assinatura de R$ 17 por mês, o serviço, que também terá versão gratuita, mas com anúncios, chega ao País três meses depois do lançamento nos Estados Unidos – hoje, o Google já oferece o serviço em 21 países.

É um mercado bastante disputado e com pouca diferenciação entre as empresas – a maioria delas compartilha o catálogo global das gravadoras, hoje em torno de 40 milhões de músicas. Para se destacar, o YouTube aposta em sua vasta biblioteca de vídeos, que também estarão disponíveis pelo aplicativo oficial. “No YouTube, você não tem só a música, mas também o clipe, o vídeo com a letra, a versão ao vivo e até as covers feitas por fã no mundo todo”, destaca Sandra Jimenez, chefe da área de música do YouTube para a América Latina.
Além disso, a empresa também espera converter em assinantes os usuários que hoje ouvem música pelo site de vídeos – segundo o Google, o Brasil está entre os cinco países que mais consomem canções pelo YouTube. Não à toa, o maior canal do País na plataforma é o do produtor KondZilla, responsável por clipes dos maiores hits recentes do funk, como Bum Bum Tam Tam, do MC Fioti primeiro clipe brasileiro a ultrapassar 1 bilhão de visualizações.
Para o mercado, o serviço não vai canibalizar a audiência do YouTube, mas sim ajudar o Google a faturar mais com algo que já tem disponível para o mercado brasileiro. “É uma forma racional de seguir em frente”, destaca Maurício Bussab, presidente executivo da gravadora e distribuidora Tratore.
Ele, no entanto, afirma que a competição será dura. “Está todo mundo tentando tirar fatias de mercado do Spotify”, diz, em menção ao atual líder global do setor, com 83 milhões de assinantes. A assinatura do Spotify custa R$ 17 no País.
 
Como funciona
O YouTube Music estará disponível para celulares Android e iOS e terá um aplicativo dedicado; haverá também uma versão específica para PCs, via navegadores. O serviço terá ainda um plano família no qual é possível dividir uma assinatura em até seis contas, por R$ 26 ao mês. Para quem quiser usar o YouTube Music de graça haverá limitações: entre elas, a impossibilidade de baixar músicas para ouvir offline e a interrupção das listas de canções com anúncios.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados