WhatsApp é a principal fonte de informação dos brasileiros, indica pesquisa

Levantamento realizado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado ouviu 2,4 mil pessoas

Por | Edição do dia 10 de dezembro de 2019
Categoria: Notícias, Tecnologia | Tags: ,,,


Mais de 136 milhões de usuários no país usam o aplicativo (foto: Marcello Casal Jr)

Mais de 136 milhões de usuários no país usam o aplicativo
(foto: Marcello Casal Jr)

Uma pesquisa realizada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado mostrou que 79% das pessoas utilizam o WhatsApp como principal fonte de informação.

Mais de 136 milhões de usuários no país usam o aplicativo, tornando ele a plataforma mais usada juntamente com o Facebook.
Depois do WhatsApp, outras fontes foram citadas, misturando veículos de comunicação tradicional e redes sociais. Aparecem na lista canais de televisão, lembrados por 50% dos entrevistados. Vídeos no YouTube (49%), Facebook (44%), sites de notícias (38%), Instagram (30%), rádio (22%), jornais impressos (8%) e Twitter (7%) foram as outras opções.

Entre as pessoas de 60 anos ou mais, a televisão foi a fonte mais citada, com 67% dos entrevistados, contra apenas 40% na faixa entre 16 a 29 anos. Já o Youtube foi mais popular entre os jovens de 16 anos até 29 anos, com 55%, contra 31% na faixa etária de 60 anos ou mais.

A grande diferença ficou no Instagram: apenas 9% das pessoas com mais de 60 anos afirmaram usar a rede social para se informar, contra 41% dos mais jovens. A pesquisa apontou que a ação mais comum nas redes sociais são as curtidas realizada por 41% dos participantes, logo atrás vem o compartilhamento com 20% das publicações, com 19% os comentários com apenas 15%.
A pesquisa foi realizada por telefone em todos os estados e no Distrito Federal no mês de outubro, ouviu 2,4 mil pessoas que têm acesso à internet.
O levantamento foi feito levando em consideraçao as representações da população em diversos setores, como gênero, raça, região, renda e escolaridade. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos, com 95% de confiança.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados