Vigilância Sanitária de Maceió passa a receber denúncias pelo WhatsApp

Adoção da ferramenta objetiva otimizar recebimento de demandas da fiscalização

Vigilância Sanitária de Maceió passa a receber denúncias pelo WhatsApp

Adoção da ferramenta objetiva otimizar recebimento de demandas da fiscalização

Por Assessoria | Edição do dia 11 de novembro de 2021
Categoria: Tecnologia | Tags: ,,,


A Vigilância Sanitária de Maceió disponibilizou, nesta quinta-feira (11), um novo canal direto de comunicação para que os maceioenses possam exercer seus direitos como cidadãos e consumidores.

A partir de agora, qualquer situação de inconformidade com a legislação sanitária no município – a exemplo dos flagrantes de estabelecimentos com alimentos impróprios para o consumo humano e instalações em condições insalubres – poderá ser informada também pelo Whatsapp. O número disponível é o (82) 98705-0730.

Foto: Reprodução

“Implementamos um novo ritmo às ações da Vigilância Sanitária e, como resultado disso, a população também passou a gerar um maior volume de demandas para nossas equipes. Isso refletiu na necessidade de facilitar a forma dessas demandas chegarem até nós, e acreditamos que a ferramenta do WhatsApp vai cumprir essa missão de forma mais facilitada para todos”, explica o coordenador geral da Vigilância Sanitária Municipal, Airton Santos.

O coordenador geral explica que, com a adoção do WhatsApp, bastará o usuário/consumidor salvar o número da Visa de Maceió no celular e enviar informações e/ou fotos sobre o local ou situação que queira denunciar, para que as equipes avaliem a inclusão do conteúdo no roteiro das fiscalizações de rotina. As informações também poderão ser encaminhadas em formato de vídeo.

Disque Denúncia

Airton lembra que a nova ferramenta adotada pela Vigilância Sanitária soma esforços ao Disque denúncia, que funciona por meio do número 3312-5495 das 7h às 13h. Pelo telefone, é possível solicitar a inspeção de estabelecimentos irregulares no município.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados