Viçosa promove encontro de cuidadores e pacientes no Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão

Viçosa promove encontro de cuidadores e pacientes no Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão

Por Assessoria | Edição do dia 26 de abril de 2022
Categoria: Saúde, Ultimas Notícias | Tags: ,,


Foto: Atylla Bezerra

No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, a Secretaria Municipal de Saúde de Viçosa promoveu, nesta terça-feira (26), o 2º Encontro de Cuidadores e Pacientes do programa Melhor em Casa e do Centro de Reabilitação Senhor Bom Jesus do Bomfim. Com palestras, encenações e uma linguagem acessível, os profissionais de saúde chamaram a atenção para a importância do diagnóstico preventivo e o tratamento da doença.

“Por termos muitos pacientes hipertensos, inclusive com sequelas de AVC (Acidente Vascular Cerebral), que é uma fase mais avançada de uma descompensação da hipertensão arterial, a gente quer justamente trabalhar a prevenção”, ressaltou a coordenadora do Centro de Reabilitação e do Programa Melhor em Casa, Jaqueline Fernandes.

O Encontro foi realizado no Centro de Educação Especial Cônego José Moreira Pimentel e reuniu profissionais de saúde, pacientes e cuidadores. Segundo o Ministério da Saúde (MS), a hipertensão arterial foi responsável, em 2019, por 110,5 óbitos a cada 100 mil habitantes no Brasil.

Estão entre as principais causas da pressão arterial alta: a obesidade, histórico familiar, o hábito de fumar, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, estresse, consumo exagerado de sal, níveis altos de colesterol e falta de atividade física. Ainda de acordo com o MS, o sobrepeso e a obesidade podem acelerar em até 10 anos o aparecimento da doença.

A hipertensão não tem cura, mas pode ser controlada. E nem sempre o tratamento significa o uso de medicamentos. Por isso, para prevenir a hipertensão e suas complicações é necessário: adotar um estilo de vida saudável, mudar hábitos alimentares, reduzir o consumo de sal, praticar atividade física regularmente, aproveitar momentos de lazer, abandonar o fumo, moderar o consumo de álcool, evitar alimentos gordurosos e controlar o diabetes.

Humanização

A secretária municipal de Saúde, Núbia Moura, participou do evento e destacou a importância do trabalho humanizado feito pelo programa Melhor em Casa, que em Viçosa assiste 44 pacientes acamados ou domiciliados, que não podem se deslocar até uma unidade de saúde da Atenção Básica.

“A gente preza muito por esse tratamento humanizado, não só do paciente, mas também para quem cuida dele, por isso que esse evento é voltado para eles, para quem cuida do paciente em casa. São orientações repassadas de forma bem leve, com linguagem acessível, para que entendam situações corriqueiras, do dia a dia, que seja de fácil entendimento. Vamos falar também do serviço, de como podem nos procurar”, explicou a secretária.

O 2º Encontro de Cuidadores e Pacientes do programa Melhor em Casa e do Centro de Reabilitação Senhor Bom Jesus do Bomfim seguiu as diretrizes da Educação em Saúde, buscando engajar e promover a participação da população no seu autocuidado.

“Trabalhamos a parte de medicação, da alimentação, e do autocuidado com o cuidador, porque quem cuida precisa se cuidar também”, enfatizou Jaqueline Fernandes, que é nutricionista.

“Uma coisa é a gente orientar, outra é eles aderirem ao tratamento. Então, trabalhamos a parte da alimentação, do estilo de vida. O objetivo é tentar mostrar que, se aderirem as nossas orientações, talvez não seja preciso tratar algo mais complicado”, finalizou.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados