Vereadora do PSL detida por crime eleitoral será expulsa do partido

Dirigentes estaduais anunciaram a expulsão de Eliana da Silva Bezerra

Vereadora do PSL detida por crime eleitoral será expulsa do partido

Dirigentes estaduais anunciaram a expulsão de Eliana da Silva Bezerra

Por | Edição do dia 29 de outubro de 2018
Categoria: Notícias, Política | Tags: ,,,,


Vereadora tinha material do adversário político de seu partido (Cortesia)

Eliana da Silva Bezerra, vereadora do PSL pela cidade de Santana do Ipanema, detida nesse final de semana por praticar crime eleitoral será expulsa do partido. O comunicado foi feito através de nota à imprensa pelos dirigentes estaduais da sigla na tarde desta segunda-feira (29) após serem questionados  do que aconteceria com a política que estava com lanches e adesivos do candidato adversário.

De acordo com a presidência do partido em Alagoas, a vereadora foi presa por conta de denúncia pelos fiscais do próprio PSL ao Ministério Público Estadual (MPE).

“Segundo, o Policial Federal Flavio Moreno, Presidente do PSL Alagoas, a vereadora Eliana Fofa é filiada antiga do PSL, desde 1999, eleita em 2016 em coligação divergente da atual direção partidária, anterior à entrada do candidato a Presidente Bolsonaro ao partido que ocorreu em março de 2018. São pessoas com acordos antigos. Ela será expulsa, em decorrência do crime eleitoral cometido, além da infidelidade ao estatuto partidário, que independe da sua eleição anterior à entrada do Bolsonaro no partido”, traz um trecho da nota.

Eliana da Silva Bezerra foi detida na tarde deste domingo (28) por suspeita de prática de crime eleitoral, em Santana do Ipanema. Ela estaria distribuindo lanches e brindes a eleitores, nas proximidades do Colégio Laura Chagas.

O promotor da cidade foi até o local e constatou que, de fato, a vereadora estava com material de campanha de Fernando Haddad e distribuindo lanches.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados