Ufal: Reunião emergencial delibera sobre atividades durante o período de chuvas

Campi e unidades acadêmicas terão autonomia para optar por aulas remotas ou suspensão de atividades

Ufal: Reunião emergencial delibera sobre atividades durante o período de chuvas

Campi e unidades acadêmicas terão autonomia para optar por aulas remotas ou suspensão de atividades

Por Assessoria | Edição do dia 4 de julho de 2022
Categoria: Alagoas, Ultimas Notícias | Tags: ,,


Devido às fortes chuvas que atingiram o estado de Alagoas nos últimos dias, a Gestão Central da Universidade Federal de Alagoas convocou, na noite de ontem (3), uma reunião emergencial com diretores dos campi fora de sede, das unidades acadêmicas e de ensino e pró-reitores para deliberar sobre a manutenção ou suspensão das atividades nos próximos dias.

Instrução Normativa 05/2022 já previa a possibilidade de adoção do modelo remoto ou híbrido para atividades administrativas e de ensino não essenciais até o dia 9 deste mês. Com o estado de alerta provocado pelas chuvas, o Gabinete do Reitor emitirá uma nova IN recomendando que cada setor, campi e unidade acadêmica avalie sua situação, individualmente, tendo autonomia para optar por atividades presenciais, remotas, híbridas ou, ainda, pela suspensão temporária de aulas.

Destaca-se ainda que a decisão deve levar em consideração a consulta à comunidade acadêmica, bem como analisar as condições de acesso e conectividade dos estudantes, docentes e técnicos. Com relação às atividades acadêmicas, a principal recomendação é de que haja flexibilidade quanto aos procedimentos de registro de presença e de avaliação, de forma a evitar prejuízos ainda maiores aos estudantes afetados pelas chuvas. Alunos devem entrar em contato com seus professores e coordenadores para mais informações.

A Pró-reitoria de Graduação (Prograd), o Departamento de Registro e Controle Acadêmico (DRCA) e o Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) estão analisando a viabilidade e a necessidade de alteração no Calendário Acadêmico vigente. A proposta será levada ao Conselho Universitário (Consuni) nesta terça-feira (5).

Já a Superintendência de Infraestrutura (Sinfra) realizará, de hoje (4) até quarta-feira (6), um levantamento emergencial dos estragos causados pelas chuvas. Essa ação servirá para elaborar um cronograma de atuação e solicitar um auxílio emergencial ao Ministério da Educação (MEC) para eventuais reparos.

A Gestão da Ufal segue em contato permanente com o Secretário de Estado de Recursos Hídricos e os coordenadores da Defesa Civil de Alagoas e de Maceió. Toda a infraestrutura e corpo técnico da Universidade estão ao dispor das autoridades competentes para auxiliar na situação emergencial.

Arrecadação de doações

Durante a reunião, os gestores das unidades acadêmicas e os coordenadores de setores também se comprometeram a disponibilizar pontos de arrecadação de alimentos não-perecíveis de fácil consumo, água potável, roupas, materiais de limpeza e higiene pessoal. A Gestão encaminhará os donativos para a coordenação da Defesa Civil, que realizará a distribuição até a população afetada.

Veja abaixo a nota emitida pela gestão:

Ufal Mais Solidária

Em solidariedade aos alagoanos, nós, gestores da Universidade Federal de Alagoas, nos reunimos de forma emergencial, no domingo, dia 3 de julho, por videoconferência, para tratar dos impactos das chuvas que assolam o estado de Alagoas e já afetam diretamente mais de 40 mil pessoas.

Junto com nossa equipe de pró-reitores estivemos reunidos com diretores e diretoras de Unidades Acadêmicas, campi fora de sede, coordenadores de Unidades, professores e gestores da instituição, num total de 48 pessoas participantes.

É importante destacar que nós da gestão da Universidade estamos em contato permanente com o Secretário de Estado de Recursos Hídricos e os coordenadores da Defesa Civil de Alagoas e de Maceió. Toda a infraestrutura e pessoal da Universidade está ao inteiro dispor das autoridades competentes e será acionada tão logo demandada pelo Gabinete de Crise do Governo do Estado.

Abaixo fazemos um extrato do que foi tratado na reunião:

Sobre aulas presenciais e/ou remotas

A Universidade vive, neste momento, os efeitos das fortes chuvas e também da recrudescência da covid-19.

Algumas unidades e setores têm registrado surtos isolados de covid-19. A Instrução Normativa Conjunta nº 5/2022-PROGEP/GR instrui sobre os procedimentos que podem ser adotados pelas unidades/setores de forma a mitigar os impactos da propagação da doença, dentre elas, adotar temporariamente sistemas de atividades administrativas e acadêmicas remotas ou híbridas, se for o caso, a depender da peculiaridade da situação em cada setor, bem como as atividades que são julgadas essenciais.

Por analogia, dado o estado de alerta que nos encontramos devido às chuvas, o Gabinete do Reitor emitirá uma Instrução Normativa para atendimento específico dessa situação e as unidades e os setores devem avaliar a situação de sua comunidade. Mediante consulta à sua comunidade, as direções poderão emitir autorizações para atividades acadêmicas e administrativas em formato presenciais, remotas, sistemas híbridos ou mesmo suspensão temporária destas atividades. Devem ser analisados fatores como: acessibilidade e conectividade da comunidade, essencialidade da atividade acadêmica e serviços, entre outros.

No caso das atividades acadêmicas, dado o estado de alerta, recomenda-se que haja flexibilidade quanto aos procedimentos de registro de presença e avaliações, de forma que não haja prejuízos ainda maiores aos/às estudantes já impactados pela pandemia e pelas chuvas nesse momento.

Quanto ao Calendário Acadêmico, a Pró-reitoria de Graduação (Prograd) está acionando setores como NTI, DRCA e outros para análise da necessidade e viabilidade de alteração do calendário vigente, bem como levará ao Conselho Universitário (Consuni) a proposta adaptada de calendário para o próximo semestre letivo, já considerando esta situação emergencial das chuvas.

Recomendamos que os/as estudantes contatem seus/suas professores/as e coordenadores/as para mais informações sobre a situação em sua Unidade Acadêmica.

Sobre atendimento estudantil

A Pró-reitoria Estudantil (Proest) está elaborando procedimentos internos para atendimento emergencial aos/às estudantes afetados/as pelas chuvas, seja por atendimento psicossocial, seja por auxílio financeiro emergencial aos/às estudantes em situação de vulnerabilidade. Em casos peculiares, as Direções e Coordenações de cursos devem acionar diretamente a Proest.

Sobre a infraestrutura interna da Ufal

Vários prédios da Universidade foram afetados diretamente pelas chuvas em todos os campi e unidades de ensino. A Superintendência de Infraestrutura (Sinfra) fará um levantamento emergencial de estragos causados pelas águas de forma a elaborar cronograma de ação e solicitação de auxílio emergencial ao MEC. Este levantamento deve ser realizado a partir de hoje, dia 4, até a próxima quarta-feira, dia 6 de julho, em todos os campi e setores da Ufal, pela Sinfra e Coinfras. Solicitamos às Direções, às Coordenações e aos chefes de setores que atendam à equipe de manutenção e apontem as situações em cada unidade ou setor.

Sobre recolhimento de donativos para os atingidos

A Universidade Federal de Alagoas se prontificou a recolher donativos para envio à Coordenação da Defesa Civil, que se encarregará de fazer a distribuição até os atingidos.

A Defesa Civil solicita que sejam realizadas doações de alimentos não perecíveis de fácil consumo (água mineral, leite longa vida, biscoitos, pão de forma, etc.), roupas, material de higiene pessoal e domissanitários (detergente, sabão, água sanitária, etc.).

Haverá pontos de coleta de donativos na Pró-reitoria de Extensão (Proex), Pró-reitoria de Graduação (Prograd), no Centro de Interesse Comunitário (CIC), Unidades Acadêmicas, Campi Fora de Sede e Unidades de Ensino.

Recomendamos que todas as doações sejam transportadas por veículos oficiais e destinadas apenas aos setores competentes da Defesa Civil do Estado de Alagoas, devidamente descritas e quantificadas.

Os gestores da Ufal registram, mais uma vez, a comoção com os acontecimentos e reforçam os votos de solidariedade às pessoas atingidas pelas fortes chuvas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados