TSE confirma envio de tropas federais para 12 municípios de Alagoas

Seis cidades receberam aprovação nesta sexta; tropas estarão em 315 locais em todo país

TSE confirma envio de tropas federais para 12 municípios de Alagoas

Seis cidades receberam aprovação nesta sexta; tropas estarão em 315 locais em todo país

Por | Edição do dia 1 de outubro de 2016
Categoria: Notícias, Política | Tags: ,


Ontem, sexta-feira (30), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou o envio de tropas federais para mais seis municípios alagoanos: Boca da Mata, Chã Preta, Limoeiro de Anadia, Maragogi, Japaratinga e Piaçabuçu. No total, 12 cidades receberão o reforço dos militares do Exército Brasileiro em Alagoas, visto que os pedidos de Rio Largo, Pilar, Mata Grande, Canapi, Inhapi e Tanque D’Arca foram confirmados nas últimas semanas.

“Tenho plena confiança no trabalho integrado que já está sendo realizado pelas forças policiais locais, fato inédito em Alagoas, na garantia da segurança dos eleitores durante os próximos dias. Porém, esse reforço das tropas federais é importante para esses municípios onde os ânimos estão mais exaltados e há um clima de insegurança maior”, enfatizou o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), desembargador Sebastião Costa Filho.

Os militares federais devem chegar aos municípios onde atuarão até o fim deste sábado (01), momento em que se estabelecerão e, em contato com o comando policial que já está operando na segurança do pleito, definirão suas atuações.

Casos em todo Brasil

Ao todo, 315 municípios do país vão receber reforço de tropas das Forças Armadas para garantir a segurança das eleições. O número consolidado foi divulgado pelo ministro Gilmar Mendes, presidente da Justiça Eleitoral, que afirmou que os eleitores devem ir votar sem medo neste domingo (2), porque todas as providências para garantir a segurança foram tomadas. “A condição básica do voto  é exatamente a liberdade de fazer a escolha. Temos realmente preocupação com esse quadro de segurança, mas tomamos todas as providências”.

Os militares vão patrulhar locais de votação em 13 estados: Acre, Alagoas, Amazonas, Goias, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins.

Gilmar Mendes disse que o tribunal foi criterioso na análise dos pedidos antes de autorizar o envio das tropas. O gasto com o deslocamento dos militares é custeado pela Justiça Eleitoral.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados