Três mulheres são vítimas de violência em Alagoas; Veja os casos

Todos os suspeitos foram presos em flagrante

Três mulheres são vítimas de violência em Alagoas; Veja os casos

Todos os suspeitos foram presos em flagrante

Por Thatyana Ferreira - estagiária sob supervisão | Edição do dia 1 de fevereiro de 2021
Categoria: Alagoas, Polícia | Tags: ,


Foto: Ilustração

Três casos de violência contra mulher foram registrados em Alagoas, neste domingo (31). Os crimes aconteceram em Marechal Deodoro, Maceió e Craíbas. Todos os suspeitos foram presos em flagrante e autuados pela Lei Maria da Penha. 

O primeiro crime aconteceu em Marechal Deodoro por volta das 20h da noite. A guarnição motorizada da Força Tarefa 48, que pertence ao 5° Batalhão da Polícia Militar, recebeu uma denúncia de que um homem teria perfurado seu sogro e sua cunhada com um facão. O fato foi constatado no local do crime, as vítimas foram socorridas e levadas a um posto de saúde em Marechal, onde foram encaminhadas ao Hospital Geral do Estado (HGE). 

Em Maceió, a guarnição motorizada Solo 02, pertencente ao 4º Batalhão de Polícia Militar, foi acionada ao bairro do Farol, depois de receber uma denúncia de violência doméstica. No endereço indicado, a vítima foi encontrada com vários hematomas pelo corpo, possuindo marcas na região do rosto, braços e pernas. O acusado foi preso ainda dentro de casa, mas antes de ser levado a Central de Flagrantes, ele e a vítima foram encaminhados a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Tabuleiro, para que a vítima recebesse atendimento médico.  

O último caso foi registrado na Zona Rural de Craíbas. A guarnição motorizada da Patrulha Maria da Penha, que integra o 3º Batalhão de Polícia Militar, foram acionados pela vítima. O irmão dela, que havia chegado em casa embriagado e agressivo, estava ameaçando a mesma sua família. No local foi informado aos policiais que a vítima possuía uma medida protetiva contra o acusado, que foi preso em flagrante e conduzido a Central de Polícia do município.

Lei Maria da Penha

A pena mínima para lesão corporal cometida em ambiente doméstico é de três meses a três anos de detenção, como está previsto no artigo 129 da Lei Maria da Penha. Já no caso de descumprimento de medida protetiva, a lei prevê pena de reclusão de três meses a dois anos, como indica o artigo 24.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados