Teotônio Vilela: MPAL ingressa com pedido para obrigar município convocar concursados de 2019

Município pode ser multado diariamente em R$ 5 mil

Teotônio Vilela: MPAL ingressa com pedido para obrigar município convocar concursados de 2019

Município pode ser multado diariamente em R$ 5 mil

Por Assessoria | Edição do dia 25 de agosto de 2021
Categoria: Justiça | Tags: ,,,


Foto: Reprodução

O Ministério Público do Estado de Alagoas (MPAL), por meio da Promotoria de Justiça de Teotônio Vilela, ajuizou ação civil pública, com pedido de liminar, para que seja determinado judicialmente que o Município nomeie, imediatamente, os candidatos aprovados no certame de 2019, em substituição às contratações temporárias. De acordo com o promotor de Justiça, Rodrigo Soares, foi constatado que há mais de mil funcionários contratados, a título precário, exercendo as funções ofertadas no edital do concurso.

Na ação, pede-se que, além de ser determinada a convocação com urgência dos concursados, o Município seja submetido, caso não acate a determinação, a uma multa diária de R$ 5 mil.

“Recebemos a denúncia e pedimos que o Município enviasse a relação com os nomes, cargos ou funções de todos os contratados e foi detectado que, apesar de o edital do concurso ter previsto um número pequeno de vagas, apenas 391, há quase o triplo de pessoas, nessa condição (contratos temporários), exercendo as funções em lugar dos legitimados. Isso foge totalmente da legalidade e sem falar que muitos temporários foram contemplados já em 2021. Assim, o Ministério Público, requer que seja cumprido o que determina a lei, que os verdadeiros merecedores assumam seus postos”, afirma o promotor Rodrigo.

Em resposta ao Ministério Público, de acordo com o promotor de Justiça, Rodrigo Soares, o Município tentou justificar a contratação temporária de professores dando uma nova etiqueta ao cargo, qual seja, “agentes do saber”, no âmbito do projeto “Reconectando Saberes”. No entanto, salienta o membro ministerial, “tais profissionais vêm exercendo as mesmas atribuições dos cargos de professor disponibilizados no certame, tratando-se, em verdade, de mais uma tentativa de burlar a regra do concurso público”.

Concurso

O Município de Teotônio Vilela abriu concurso público para o provimento de inúmeros cargos dentro da Administração, cujo resultado foi homologado em 31/01/2020, com o prazo de validade do certame de 1 (um) ano prorrogado em janeiro 2021, por meio de Decreto da Prefeita. Foram ofertadas no edital 391 (trezentas e noventa e uma) vagas, para 35 (trinta e cinco) cargos efetivos na Prefeitura.

O Ministério Público entrou em ação após receber denúncias por parte dos aprovados, informando que estariam ocorrendo contratações de funcionários temporários para funções de caráter definitivo.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados