Maria Cristina é protetora independente do bairro do Vergel do Lago. (Foto: Ascom GGI Causa Animal)

O Gabinete de Gestão Integrada de Políticas Públicas para Causa Animal (GGI-CA) esteve nessa segunda-feira (23) no bairro do Vergel do Lago para prestar assistência a uma protetora de animais independente. A equipe do Castramóvel da Prefeitura de Maceió garantiu a castração de 14 felinos que foram acolhidos na região pela aposentada Maria Cristina em decorrência de situações de risco, maus tratos e abandono.

A protetora relatou à equipe que tem atualmente 52 gatos em sua residência, destes, 14 ainda estavam sem castração. Maria Cristina contou que cuida dos pets, alimenta, reabilita e faz articulações com a população para assegurar adoções responsáveis. Em contato com a central de atendimento do Gabinete da Causa Animal Cristiana solicitou apoio para as castrações.

“Maravilhosa essa ação da Prefeitura, essa gestão está de parabéns, os profissionais do Castramóvel são incríveis. Graças a Deus e a esse projeto da Prefeitura todos os gatos foram castrados, alguns eu já consegui encaminhar para um lar. Agradeço muito pelo apoio e estou muito satisfeita”, contou Maria Cristina.

A coordenadora do GGI Causa Animal, Marcella Soares, falou sobre a constante demanda que chega na central da população solicitando ajuda para realizar as cirurgias.

“Recebemos diariamente perguntas sobre o Castramóvel, mas além das solicitações da população querendo saber da agenda dos bairros em que a unidade móvel vai passar, sentimos que havia uma grande demanda dos protetores independentes, pessoas que cuidam e acolhem voluntariamente em suas casas  mais de 10 animais. E diante disso, decidimos realizar atendimentos aos protetores paralelamente à agenda preestabelecida do Castramóvel pelos bairros da capital”, explicou a coordenadora.

Equipe do Castramóvel realiza cirurgias de esterilização de 14 gatos no bairro do Vergel do Lago. (Foto: GGI Causa Animal)

Os protetores independentes que desejam receber a visita do Gabinete da Causa Animal com o Castramóvel podem entrar em contato pela central de atendimento através do WhatsApp 82 98752-6505. É necessário ser pessoa física, de baixa renda comprovada e que acolha mais de 10 animais em casa.

A equipe do Castramóvel da Prefeitura de Maceió iniciou, nesta quarta-feira (16), os atendimentos de triagem para os pets da população de Riacho Doce e Pescaria, no litoral norte da cidade. Das 100 fichas disponibilizadas restaram 30 vagas. O Gabinete de Gestão Integrada de Políticas Públicas para Causa Animal (GGI-CA) reforça o chamamento aos moradores dos dois bairros para irem nesta quinta-feira (17) até a Unidade de Saúde da Família Vanderli Maria de Andrade, em Riacho Doce, das 08h às 12h, para a retirada das fichas remanescentes.

Castramóvel faz atendimento de cães e gatos de Riacho Doce e Pescaria. Foto: Victor Vercant/Ascom SMS.

Neste primeiro dia de atendimento, os animais passaram por consulta e coleta de sangue. As castrações são agendadas pela equipe do Gabinete da Causa Animal sob avaliação dos veterinários e após a verificação do resultado dos exames.

A médica-veterinária, Larissa Rocha, que integra a equipe do Castramóvel, explicou sobre a importância da ação.

“Nos atendimentos aos animais notamos a importância da ação no bairro, devido ao grande número de cães e gatos na região, onde a maioria é semi-domiciliado, o que contribui para a proliferação de doenças, principalmente as de caráter zoonótico, e também fêmeas com histórico de aplicação de medicação anti-cio, que pode gerar graves problemas à saúde do animal”, destacou Larissa.

Além das consultas eletivas, os pets de Riacho Doce e da Pescaria puderam contar com vacinação antirrábica aplicada pela Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ). Nesta quinta-feira (17) e na sexta-feira (18), os profissionais da UVZ também vão realizar a vacinação contra a raiva, das 8h às 12h. Para esta ação, os moradores não precisam pegar ficha. No primeiro dia foram aplicadas 68 doses da vacina antirrábica.

O morador de Riacho Doce, Bartolomeu José de Melo, trouxe sua gata Morgana para participar do projeto. “Achei ótima essa ação da Prefeitura, fui bem atendido, a equipe foi super atenciosa. Meus animais foram vacinados também. O Castramóvel ajuda bastante vindo até a gente, não precisamos sair do nosso bairro para outro lugar”, contou.

Outra moradora do bairro levou uma gata para ser atendida. “Achei muito bom, tem muitas pessoas que têm amor pelos animais, mas não têm condições de fazer a castração. Já é uma dificuldade dar a alimentação, nos esforçamos pelo amor que temos pelos animais. Fiquei muito feliz quando vi o carro parado aqui”, disse Kátia Maria.

A coordenadora do Gabinete da Causa Animal, Marcella Soares, falou do compromisso da Prefeitura em manter nos bairros da cidade o atendimento que garante a qualidade de vida aos pets.

“A equipe está empenhada em atender a população da melhor forma. Nosso compromisso é continuar desenvolvendo ações para implementar políticas públicas para a causa animal. O Castramóvel vem atuando nos bairros da cidade e tem trazido melhorias para a população. Estar nas comunidades é muito importante, porque, de fato levamos o serviço para quem realmente precisa”, destacou a coordenadora do GGI-CA.

Castramóvel

O Castramóvel integra o Programa Municipal de Esterilização de Cães e Gatos do Município e visa o controle populacional dos pets. A unidade móvel de castração já esteve nos bairros Benedito Bentes e Ipioca. A ação será levada para outras comunidades. A intenção é fazer o controle da população de animais em situação de rua, além de combater as doenças transmitidas pelos animais aos humanos.

 

O castramóvel do programa Meu Amigo Pet, promovido pela Prefeitura de Arapiraca, vai começar a rodar os bairros de Arapiraca, promovendo a castração de animais tutelados por famílias de baixa renda.

A primeira comunidade que vai receber a iniciativa é o bairro Nova Esperança. Neste sábado, moradores poderão participar da triagem, que vai acontecer na quadra da Escola de Ensino Fundamental Zélia Barbosa Rocha, localizada na rua Djalma Mateus Santana, das 8h às 16h. Também poderão participar da triagem os cães tutelados por moradores dos bairros Boa Vista e Verdes Campos.

O programa Meu Amigo Pet está ligado as Secretarias Municipais de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, e de Saúde, mas é coordenado pela Secretaria-Executiva.

O Prefeito Luciano Barbosa é um entusiasta da iniciativa, que está diretamente ligada com a saúde pública da população, tendo em vista que a castração de animais diminui o abandono e, consequentemente, o número de cães e gatos em situação de rua.

“É fundamental pensar a saúde pública de forma ampliada. O castramóvel é um novo instrumento que vai ampliar o número animais atendidos atualmente em Arapiraca, diminuir a população de animais abandonados  e influenciar diretamente do combate a endemias”, explicou o prefeito.

Para o secretário-executivo Vytor Ferro, que vai ficar a frente do programa municipal, o programa vai beneficiar, além dos tutores de baixa renda, as organizações de proteção animal, que também terão seus animais castrados de forma gradativa.

“O município de Arapiraca tem como prioridade cuidar de todos, inclusive dos animais. Nossa iniciativa terá um impacto muito importante também na vida dos cães e gatos, e também de seus tutores”, disse o secretário.

Além de diminuir a população animal em situação de rua, a castração também gera benefícios na saúde dos cães e gatos que passam pelo procedimento, como a diminuição do risco de câncer de mama, de infeções uterinas graves, as fêmeas não entram mais no cio, e o animal também tende a ficar mais dócil.

O programa Meu Amigo Pet também recebe apoio da vereadora Dra. Fany e do médico veterinário Daniel Tenório.

Para participar da triagem, o cão precisa preencher alguns requisitos:

Confira a documentação exigida:

Em seu segundo dia de funcionamento, o Castramóvel - veículo dotado de estrutura para castrar animais - realizou, nesta quarta-feira (12), na Praça Padre Cícero (Benedito Bentes), castrações de cães e gatos. O procedimento é feito mediante triagem com exame de sangue e preenchimento de formulário de inscrição para efetivação de pré-cadastro e agendamento do serviço.

Os atendimentos no Castramóvel foram iniciados terça-feira (11), com a realização de triagem - para avaliar se os animais estavam aptos à castração -, atendimento clínico por demanda espontânea, vacinação antirrábica, testagem para Leishmaniose Viral (LV) e distribuição de 35 fichas para castração. Nesta quinta-feira (13), os moradores da região ainda poderão levar seus animais para realizar estes serviços, que foram ofertados pela Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ).

Foto: Reprodução

A manicure Neyla Mayara Felix é moradora do bairro e levou o gato Nick para a castração. “É uma ação muito importante porque ajuda a população a realizar a castração dos animais, e muitas pessoas não têm condições financeiras de fazer o procedimento em clínicas veterinárias. Infelizmente, tem gente que cria algum animal, não faz a castração, ele acaba procriando e, às vezes, é abandonado pelas ruas da nossa cidade. Então, a castração é necessária para ter esse controle, e o Castramóvel ajudou e muito a termos esse serviço de forma gratuita”, comentou.

"Está sendo uma excelente iniciativa da Prefeitura porque está nos dando a oportunidade de realizar a castração em nossos animais. Ter um animal é sinônimo de responsabilidade, mas muitos acabam sendo abandonados por aí. Meu desejo é que o veículo permaneça e percorra cada bairro da cidade, pois é uma ação muito válida”, destacou a moradora do bairro Cláudia Silvestre, que também levou a cadela Pérola para fazer a castração e aprovou a iniciativa da Prefeitura de Maceió.

De acordo com Marcella Soares, coordenadora do Gabinete da Causa Animal, o equipamento proporciona o controle populacional e leva saúde até os animais da capital. "O Castramóvel é uma iniciativa muito importante para a saúde dos animais. A castração, um dos serviços disponibilizados no veículo, previne tanto algumas doenças quanto o controle populacional desses animais. Estamos realizando as feiras de adoção, onde cães e gatos que foram abandonados são destinados à adoção. E, com a castração, nós evitamos que mais animais acabem indo para as ruas”, explicou.

“O Castramóvel é um veículo adaptado itinerante, que percorre os bairros de Maceió e leva a saúde até os animais. Mas vale lembrar que a nossa estrutura física é a Unidade de Vigilância em Zoonoses. Então, quem tem mais muitos animais pode levar até a unidade para receber a castração e outros serviços”, completou Marcella.

Na sexta-feira (14) haverá o segundo momento de castração, no qual participarão do procedimento apenas os animais que foram selecionados na triagem. Por semana, são distribuídas 70 fichas para a realização da castração (que acontece duas vezes na semana, sendo 35 atendimentos para um dia e 35 para o outro). Cada usuário pode levar até um animal para realizar a castração.

O Castramóvel

O equipamento integra o Programa Municipal de Esterilização de Cães e Gatos e visa o controle populacional de cães e gatos. O Castramóvel passará por diversas comunidades da capital, buscando trazer benefícios por meio do controle de zoonoses e da não proliferação de animais.

O Castramóvel conta com duas mesas cirúrgicas, que podem ser usadas de forma simultânea; uma autoclave para agilizar a esterilização de todo o material utilizado; uma geladeira, caso seja necessário coletar algum material biológico; além de ar-condicionado, exaustor, caixa d’água, caixas de esgoto, balão de oxigênio, extintor de incêndio e armário. É um centro cirúrgico completo.

Participam das ações duas equipes - dois médicos veterinários, dois auxiliares de veterinários e dois técnicos responsáveis pelos cuidados com a remoção dos animais pós-cirurgia.

Unidade de Castramóvel. Foto: Ascom/SMS

Começa a funcionar nesta segunda-feira (29), o primeiro “castramóvel” – veículo dotado de estrutura para castrar animais – de Maceió, visando o controle populacional de animais na cidade. Nesse primeiro momento, o veículo ficará baseado na Cidade Universitária, na Unidade de Vigilância Sanitária em Zoonoses (UVZ) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), e terá como foco os animais do Mercado da Produção, no bairro da Levada. O equipamento integra o Programa Municipal de Esterilização de Cães e Gatos.

A iniciativa faz parte das ações da Prefeitura de Maceió de reorganização do mercado e conta com a parceria da Comissão de Bem-Estar Animal da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB/AL); a Secretaria Municipal de Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes); e a ONG SOS Pinheiro.

Samy Barros, coordenador geral da UVZ, explica como vai funcionar o equipamento. “As cirurgias se iniciam às 14h e vão até o fim da tarde, seguindo a programação do dia. O castramóvel conta com duas mesas cirúrgicas, que podem ser usadas de forma simultânea; uma autoclave para agilizar a esterilização de todo o material utilizado; uma geladeira, caso seja necessário coletar algum material biológico; além de ar-condicionado, exaustor, caixa d’água, caixas de esgoto, balão de oxigênio, extintor de incêndio e armário. É um centro cirúrgico completo”, explica.

Serão dois médicos veterinários, dois auxiliares de veterinários e dois técnicos responsáveis pelos cuidados com a remoção dos animais pós-cirurgia. Nessa primeira etapa da ação, serão esterilizados 190 cães e gato. A integração entre os órgãos é uma importante medida para evitar a proliferação de zoonoses, doenças que passam dos animais para os humanos.

Após o recolhimento e a castração, os animais ficam alojados na sede da UVZ, que detém de toda a estrutura necessária para o pós cirúrgico, aguardando adoção. Para isso, serão realizadas feiras online para encontrar um lar para esses animais, já que feiras presenciais não podem ser realizadas no momento por conta da pandemia da Covid-19.

Concluído o projeto no Mercado da Produção, o castramóvel ficará volante, percorrendo outros bairros de Maceió, prestando o serviço em pontos que necessitam da atenção da Prefeitura de Maceió para o controle de animais e zoonoses.

O coordenador da UVZ reforça a importância da castração para a saúde de toda a população. “O controle populacional das zoonoses é o nosso alvo. Existem doenças que passam dos animais para os seres humanos e a procriação descontrolada e irresponsável só piora isso. Então, o castramóvel vem como carro-chefe no controle da reprodução e também o aumento das doenças na população”, destaca Samy Barros.

O DIA MAIS

/ Notícias em qualquer lugar.
No O Dia Mais, você encontra as últimas notícias de Alagoas 

e do mundo, tudo sobre o seu time e muitos outros conteúdos .

GRUPO /JORNAL O DIA

© 2000 - 2022
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram