Suspeito de Covid-19, Sikeira Jr. continua afastado e clima é de pânico entre colegas

Segundo informações, o apresentador apresentou sintomas comuns aos da Covid-19 e, mesmo assim, foi trabalhar

Suspeito de Covid-19, Sikeira Jr. continua afastado e clima é de pânico entre colegas

Segundo informações, o apresentador apresentou sintomas comuns aos da Covid-19 e, mesmo assim, foi trabalhar

Por Redação com UOL | Edição do dia 23 de abril de 2020
Categoria: Brasil, Notícias | Tags: ,,,


Foto: Reprodução

Mesmo com os principais sintomas de Covid-19, Sikeira Jr. teria se recusado a fazer o teste para detectar a presença da doença provocada pelo novo coronavírus, informa o colunista Ricardo Feltrin do UOL. O apresentador informou nesta quinta-feira, 23, que fez o teste rápido e que testou negativo para a doença.

O apresentador passou mal na edição do “Alerta Nacional” dessa quarta-feira, 22, programa que comanda na filial da Rede TV! no Amazonas e teve que ser substituído. Bolsonarista, Sikeira defende o fim da quarentena e a reabertura do comércio.

Ao entrar no ar por telefone, nesta quinta-feira, 23, já que não apresentou o programa de hoje, Sikeira disse que fez o teste rápido da Covid-19 e que o teste não acusou a doença. Segundo protocolo, o teste rápido só tem eficiência se for feito de cinco a sete dias após os sintomas, que é quando os “marcadores” da Covid-19 aparecem.

De acordo o UOL, fontes na TV A Crítica, disseram, sob anonimato, que Sikeira teve febre, tosse, dor de cabeça e falta de ar, sintomas comuns da Covid-19. Ainda segundo o portal, o clima da emissora nesta quinta-feira, 23, foi de pânico, já que o apresentador interagiu com dezenas de pessoas quando já apresentava sintomas de doença.

Hoje, o apresentador informou que já estava se sentindo melhor, apesar de ainda estar doente. A Rede TV! e a TV A Crítica chegaram a esperar até o último segundo para tomar a decisão dele não apresentar o programa desta quinta. Ainda de acordo com apuração do UOL, os funcionários do canal ficaram apreensivos com a possível volta de Sikeira. Já que, caso ele esteja (ou estivesse) com Covid-19, poderia contaminar outros colegas.

No Amazonas, onde o apresentador vive, foram confirmados 2888 casos de Covid-19 e 234 óbitos nesta quinta-feira, 23, segundo o Ministério da Saúde. O Amazonas anunciou colapso no seu sistema de saúde. Nos últimos dias, imagens de câmara frigorífica para guardar corpos e valas em cemitérios para o enterro de muitos cadáveres, foram divulgadas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados