Slum flagra cinco toneladas de lixo em residência

Por | Edição do dia 9 de dezembro de 2015
Categoria: Blog


Foto: Ascom Slum

Foto: Ascom Slum

A equipe de fiscalização da Superintendência Municipal de Limpeza Urbana (Slum) flagrou, na última semana, uma situação inusitada no bairro Rio Novo. Após denúncia registrada pela população, fiscais do órgão constataram o acúmulo de mais de cinco toneladas de lixo e entulhos em uma residência que, segundo moradores do entorno, a proprietária coleta os materiais na rua e os deixa guardados. Por se tratar de uma situação que representa riscos à saúde pública, com danos sanitários à região, a Slum realizará na próxima quarta-feira (09) uma operação para a retirada e destinação correta dos resíduos.

De acordo com o coordenador da Diretoria de Fiscalizações da Slum, Carlos Tavares, a situação foi constatada por meio da denúncia feita ao Centro de Zoonoses, que é vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Ao órgão, os moradores reclamaram que, em decorrência do acúmulo, o local tornou-se propício à criação de animais peçonhentos, insetos e para reprodução de larvas de mosquitos transmissores de doenças graves, como a dengue. “Este acúmulo, além de ser completamente inadequado, implica em problema sanitário que traz prejuízos a quem vive no entorno. Por isso, realizaremos esta operação”, ressaltou Tavares.

Fiscais da Slum estiveram no local acompanhados de profissionais do Centro de Zoonoses e notificaram a proprietária da residência localizada ao lado do Cemitério Municipal Divina Pastora, identificada como Maria Minervina da Silva. Para a retirada dos resíduos, a operação será realizada a partir das 08h30 da quarta-feira (09) e contará com o suporte de equipes da Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma) e do Batalhão Ambiental da Polícia Militar de Alagoas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados