Sismógrafos para monitorar afundamento do solo são instalados a partir de quinta 

Equipamentos serão instalados em seis pontos nos bairros afetados pela extração de sal gema

Sismógrafos para monitorar afundamento do solo são instalados a partir de quinta 

Equipamentos serão instalados em seis pontos nos bairros afetados pela extração de sal gema

Por Assessoria | Edição do dia 3 de fevereiro de 2021
Categoria: Maceió | Tags: ,,


Cumprindo com o Termo de Cooperação Técnica 2, firmado com a Prefeitura de Maceió, a Braskem deve realizar, a partir da próxima quinta-feira (4), a instalação de seis novos sismógrafos para monitorar o afundamento do solo nos bairros do Pinheiro, Bebedouro, Mutange, Bom Parto e Farol causado pela mineração de sal gema nessas regiões.

Foto: Secom

Atualmente, dez equipamentos semelhantes estão instalados nos bairros e seguem fornecendo dados em tempo real para a Defesa Civil Municipal. Entretanto, esses equipamentos foram instalados na superfície; já os seis novos precisarão ser instalados a 200 metros de profundidade, atendendo à recomendação técnica do órgão municipal.

Após a instalação, esses equipamentos serão doados à Defesa Civil Municipal de Maceió, para que sejam integrados à rede de monitoramento permanente, conforme previsto no Termo de Cooperação Técnica 2.

O primeiro sismógrafo será instalado na região do antigo Jardim das Acácias, no Pinheiro, e o último, na Avenida Major Cícero de Góes Monteiro, no bairro do Mutange. A instalação do último equipamento só deverá ser concluída em abril.

Confira os pontos de instalação dos seis sismógrafos:

  1. região do antigo Jardim das Acácias (próximo ao Supermercado Pilar)
  2. terreno ao lado do Hospital Sanatório
  3. estacionamento da Igreja Batista
  4. estacionamento da Ford Cycosa
  5. lateral do campo de futebol do Cepa
  6. região da Avenida Major Cícero de Góes Monteiro (área da Braskem no Mutange)

A instalação dos equipamentos deve ocorrer das 8h às 18h, com exceção dos equipamentos instalados no Jardim das Acácias e na Avenida Major Cícero de Góes Monteiro, onde não há mais pessoas morando na região. A limitação do horário se dá pela possibilidade da emissão de ruídos durante a instalação.

A Defesa Civil esclarece que a ampliação da malha de sismógrafos possui autorização dos órgãos ambientais, e precisará perfurar o solo para a instalação dos equipamentos. O alerta é para que os moradores das áreas próximas não confundam o trabalho com a extração do minério de sal gema, que foi encerrada em novembro de 2019. A ação obedece ao acordo do Termo de Cooperação Técnica 2, firmado em dezembro de 2019.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados