Sinttro reconhece importância de lei aprovada na Câmara de Maceió que preserva empregos dos rodoviários

Lei criada pelo vereador Galba Netto obriga as empresas a remanejar e capacitar cobradores para outras funções

Sinttro reconhece importância de lei aprovada na Câmara de Maceió que preserva empregos dos rodoviários

Lei criada pelo vereador Galba Netto obriga as empresas a remanejar e capacitar cobradores para outras funções

Por Redação com Assessoria | Edição do dia 29 de abril de 2021
Categoria: Maceió, Notícias


A Câmara de Vereadores de Maceió deve promulgar na próxima semana a lei que preserva os empregos dos cobradores de ônibus. A garantia foi dada pelo presidente da casa, vereador Galba Netto (MDB) durante reunião com o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário (Sinttro), na manhã desta quinta (29). A categoria apoia o projeto e a importância de sua aprovação.
“A proposta sempre visou preservar os empregos dos cobradores. E agora que passou o prazo regimental após a derrubada do veto iremos promulgá-la. Considero importante o fato da entidade que representa os trabalhadores ter compreendido sua função social neste momento pandêmico em que a preservação dos empregos e da saúde das pessoa é tão importante”, destacou Galba que foi o autor da lei.
Ele lembrou que além do aspecto social a lei foi aprimorada no período da pandemia, uma vez que definiu o melhor funcionamento e alcance do Cartão Bem Legal para que seja distribuído gratuitamente. De acordo com Galba neste momento a adoção do cartão também evita a circulação de dinheiro apontado como um grande vetor de contaminação do coronavírus.
“Por isso, ampliamos e facilitamos o acesso ao cartão, inclusive para turistas, mas compreendendo que a operação do sistema pode e deve ser feita com trabalhadores remanejados para outras funções”, completou o presidente.
Apoio 
Para o Sintro a proposta aprovada na Câmara pode ajudar a conter as demissões que afetam a categoria depois da digitalização da passagem. Segundo o presidente da entidade, Sandro Régis, é fundamental que os trabalhadores tenham uma alternativa para preservar os postos de trabalho.
“Reconhecemos a importância do projeto porque já são 220 demissões desde o ano passado e nosso objetivo é proteger os trabalhadores. E como vimos aqui a proposta do vereador é justamente de remanejamento dos profissionais para que possam ser aproveitados em outras funções dentro da empresa. Por isso apoiamos sua promulgação o quanto antes”, disse Sandro.
De posse do texto original e após ouvir todos os detalhes de como surgiu o projeto, o Sinttro irá fazer uma ampla divulgação junto a categoria e a sociedade. Para os dirigentes da entidade a lei, no momento, é a principal possibilidade de garantir de forma legal o remanejamento dos cobradores.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados