Sindicato da ADEAL repudia discurso do deputado Antônio Albuquerque contra serviço de fiscalização

Os ataques verbais deferidos aos nossos servidores devem repudiados por toda sociedade alagoana.

Sindicato da ADEAL repudia discurso do deputado Antônio Albuquerque contra serviço de fiscalização

Os ataques verbais deferidos aos nossos servidores devem repudiados por toda sociedade alagoana.

Por Assessoria | Edição do dia 18 de junho de 2021
Categoria: Alagoas | Tags: ,,,


Foto: Reprodução

A direção do Sindicato dos Servidores de Fiscalização Estadual Agropecuária de Alagoas (Sinfeagro/AL), entidade que representa os servidores da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (ADEAL), lamenta os ataques desrespeitosos do deputado estadual Antônio Albuquerque, que durante audiência pública na Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas, criticou o trabalho de fiscalização realizado pelo órgão.

O Sinfeagro destaca que uma das funções do serviço de Defesa e Inspeção Agropecuária é o controle do trânsito de produtos e subprodutos de origem animal e vegetal em todo o Estado, conforme a LEI 6608/ 01/07/2005 e decreto 2919/2005. “Nosso papel é garantir que população de Alagoas consuma alimentos seguros e de qualidade”, afirmou a presidente do sindicato, Flávia Marques.

Para o sindicato, os ataques deferidos ao serviço de fiscalização realizado pela ADEAL devem ser repudiados por toda sociedade alagoana e a forma que o deputado citou em plenário, não condiz com o que realmente acontece. Ainda de acordo com a diretoria do Sinfeagro, diferente do que foi colocado, a ADEAL promove a segurança alimentar e sanitária do alimento de origem animal e vegetal, muito diferente a colocar em risco a saúde da população.

“O nobre deputado, acredito que por desconhecimento, frisou a carne natural como saudável, mas o que deveria ter como ciência e necessidade e a importância dos procedimentos de abate e inspeção para as garantia e qualidade da carne comercializada e consumida pela população. No fato descrito pelo deputado o produto foi apreendido por não ter origem, o transporte foi irregular, com temperatura inadequada e a destinação do material apreendido atendeu a legislação sanitária vigente”, destacou Flávia.

Além do controle e saúde do rebanho, a ADEAL registra e inspeciona indústria de alimentos de origem animal, controla e fiscaliza os sistemas de abate através do Serviço de Inspeção Estadual (SIE), combate às irregularidades na produção de alimentos de origem animal e a clandestinidade no abate. A ADEAL está presente na mesa do alagoano do café da manhã ao jantar, fiscalizando os alimentos produzidos em nosso Estado.

A direção do Sinfeagro orienta o nobre deputado estadual a buscar informações sobre a importância da ADEAL para a sociedade e se digne a no mínimo um pedido desculpas aos servidores pela importância da ADEAL e seus serviços prestados à sociedade alagoana.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados