Setembro Amarelo: mês dedicado à valorização da vida reforça importância do cuidado com a saúde mental

Psiquiatra afirma que falar sobre o assunto é fundamental, além de ser sinal de apoio e acolhimento

Por Assessoria | Edição do dia 10 de setembro de 2020
Categoria: Notícias, Saúde | Tags: ,


Foto: Divulgação

Setembro é o mês dedicado à valorização da vida. A campanha tem como principal objetivo alertar sobre a importância do cuidado com a saúde mental em todas as idades. O amarelo é a cor escolhida para dar visibilidade à causa.

A pandemia do novo coronavírus e a incerteza de não saber o que vem pela frente tem causado transtornos psicológicos, como ansiedade e depressão. De acordo com pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), essas duas doenças já atingem 20 milhões de brasileiros.

Segundo com o psiquiatra do Hapvida Maceió, Dr. Francisco Machado, até certo ponto, é esperado sentir-se triste ou insatisfeito diante de tantas mudanças pelas quais o mundo está passando, mas é preciso ficar alerta se os sintomas começarem a ficar frequentes.

Mudanças bruscas de comportamento como passar rapidamente da extroversão ao isolamento merecem ser investigadas por um especialista. Outros sinais incluem queda no rendimento escolar, especialmente em crianças e adolescentes.

“É fundamental falar sobre esse assunto. Cuidar da saúde mental é tão importante quanto cuidar do corpo físico. Preocupar-se com o próprio bem-estar e o bem-estar do outro é sinônimo de apoio e acolhimento”, afirma o médico.

“A valorização da vida tem se tornado um assunto cada vez mais necessário e importante diante das circunstâncias atuais pelas quais as pessoas estão vivendo. O setembro amarelo é uma campanha fundamental porque desmistifica tabus e reforça a importância do autocuidado: sem julgamentos. Equilíbrio é a palavra-chave. Viver vale a pena”, finaliza o médico do Hapvida.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados