Setembro Amarelo: Centro de Valorização da Vida convida arapiraquenses para atuar como voluntários

Setembro Amarelo: Centro de Valorização da Vida convida arapiraquenses para atuar como voluntários

Por Ascom Arapiraca | Edição do dia 28 de setembro de 2021
Categoria: Saúde | Tags: ,,


A valorização da vida foi o tema escolhido para as ações da campanha Setembro Amarelo pela Prefeitura de Arapiraca, através das Secretarias Municipais de Saúde e de Desenvolvimento Social.

Paralelo a isso, o Centro de Valorização da Vida (CVV) desenvolve um trabalho muito importante de apoio emocional e prevenção ao suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone, e-mail e chat 24 horas por dia.

O serviço é promovido por voluntários, mas o número de pessoas atuando ainda é baixo para suprir toda a demanda de Arapiraca.

Sendo assim, o CVV de Arapiraca está com inscrições abertas para o cadastro de novos voluntários. O processo de seleção de voluntários é a porta de entrada para o CVV, e é aberto a qualquer pessoa maior de idade, que tenha disponibilidade para prestar um serviço voluntário.

Os selecionados passarão por curso gratuito de formação, que terá início no dia 2 de outubro, das 8h às 12h, e acontecerá de forma online, através da plataforma Google Meet.

Para se inscrever é só clicar no link abaixo:

INSCRIÇÃO PARA VOLUNTARIADO NO CCV

A vice-prefeita Rute Nezinho, sensível à causa, amplia o convite aos arapiraquenses, destacando a importância da valorização da vida na prevenção ao suicídio.

“O suicídio é considerado um problema de saúde pública. Estatísticas apontam que uma pessoa tira sua própria vida a cada hora no Brasil e, neste mesmo período pelo menos três tentam se matar sem sucesso. É um dado muito triste e que nos coloca em reflexão constante. O trabalho desenvolvido pelo CVV tem uma importância muito grande no combate a esse mal que assola tantos arapiraquenses”, disse Rute Nezinho.

De acordo com Carlos Souza, que atua no CVV/Maceió e no Núcleo de Apoio à Vida/ Arapiraca (Naviar), Arapiraca conta, atualmente, com apenas 7 voluntários. “Perdemos muitos voluntários por causa da pandemia. Para atender de forma integral, durante 24 horas por dia, são necessários pelo menos 42 pessoas”, explicou Carlos.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados