Sesau vai inspecionar hospitais com Selo Amigo da Criança

Avaliação terá início nesta terça (19) e será analisado o cumprimento de critérios

Por | Edição do dia 15 de fevereiro de 2019
Categoria: Notícias, Saúde | Tags: ,,,,,


Unidades que mantém Selo Amigo da Criança devem disseminar estratégias para assegurar amamentação (Carla Cleto)

Unidades que mantém Selo Amigo da Criança devem disseminar estratégias para assegurar amamentação (Carla Cleto)

Técnicos avaliadores da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) vão iniciar, nesta terça-feira (19), visitas técnicas aos hospitais e maternidades que receberam o Selo Hospital Amigo da Criança. A iniciativa acontece a cada três anos, para verificar se a unidade continua atendendo aos critérios necessários à manutenção do selo, que promove a adoção de práticas facilitadoras da amamentação.

Em Alagoas, possuem o selo as maternidades Santa Rita, em Palmeira dos Índios; São Vicente de Paula, em União dos Palmares; Nossa Senhora da Guia, em Maceió; Santa Casa de São Miguel dos Campos, em São Miguel dos Campos, e Hospital Regional de Arapiraca, em Arapiraca. Segundo o assessor técnico da Primeira Infância, Júlio Oliveira, o selo é uma iniciativa da Organização Mundial de Saúde (OMS), em conjunto com o Fundo das Nações Unidas (Unicef) e adotado pelo Ministério da Saúde.

“As visitas terão início no dia 19 em Palmeira dos Índios, na Maternidade Santa Olímpia. Na sexta-feira, dia 22, será a vez da Maternidade Nossa Senhora da Guia, em Maceió. No dia 12 de março, iremos inspecionar o São Vicente de Paula, em União dos Palmares; no dia 19 de março será a vez da Santa Casa de São Miguel dos Campos e, no dia 22 de março, a inspeção ocorrerá no Hospital Regional de Arapiraca”, informou Júlio Oliveira.

Entre os critérios avaliados, de acordo com o assessor técnico da Sesau, estão a prática do alojamento conjunto de mães e recém-nascidos e livre acesso do pai à criança. Também é necessário que as unidades de saúde mostrem às mães como amamentar e como manter a lactação, mesmo estando separadas dos filhos, além de orientá-las a não dar bicos artificiais ou chupetas às crianças amamentadas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados