Sesau alerta que AL deve registrar 620 casos de câncer de mama até o fim do ano

Por Assessoria | Edição do dia 8 de outubro de 2020
Categoria: Notícias | Tags: ,,


Até o fim do ano Alagoas deve contabilizar a triste marca de 620 novos casos de câncer de mama, segundo alerta a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). A estimativa foi divulgada pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), órgão vinculado ao Ministério da Saúde (MS), durante o lançamento da Campanha Outubro Rosa 2020, que tem como slogan “Cuidado com as mamas, carinho com o seu corpo”.

Do total de casos de câncer de mama estimados para Alagoas, 290 deles devem ser diagnosticados em Maceió e os outros 330 nos 101 municípios do interior do Estado. Mas, mesmo diante do número que parece assustador, a doença tem cura, principalmente quando diagnosticada precocemente, através da realização da mamografia de rastreamento, que deve ser realizada a cada dois anos, pelas mulheres entre 50 a 69 anos, conforme preconiza o MS.

Além do autoexame da mama, a mamografia de rastreamento a partir dos 50 anos é uma importante medida a ser adotada contra o câncer. Foto: Reprodução

Para isso, as mulheres nesta faixa etária devem se dirigir a uma Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência, onde o médico ou enfermeiro do Programa Saúde da Família (PSF) irá prescrever o exame, conforme orienta a coordenadora do Programa de Saúde da Mulher da Sesau, Carmen Nascimento. “Esta medida preventiva deve ser seguida por todas as mulheres que chegaram aos 50 anos. Mas, antes desta idade, é importante o auto exame das mamas, procurando sempre esclarecimento de um profissional de saúde ao perceber alguma alteração suspeita”, recomenda.

Campanha Outubro Rosa incentiva a adoção de medidas de prevenção ao câncer de mama. Foto: Reprodução

Carmen Nascimento ressalta que os profissionais que atuam no PSF estão treinados para orientar as mulheres e identificar àquelas diagnosticadas com lesões precursoras do câncer de mama. “Com isso, será assegurado um início de tratamento adequado e oportuno, garantindo um potencial de cura e qualidade de vida em 94% dos casos de câncer de mama”, salienta, ao informar que o tema foi tratado durante o Webnário Saúde da Mulher x Câncer de Mama, realizado na quarta-feira (7).

Mamografias – A coordenadora do Programa de Saúde da Mulher da Sesau chamou atenção para a redução de mamografias realizadas em Alagoas este ano. Segundo ressalta Carmem Nascimento, em razão da pandemia da Covid-19, o número de exames passou de 49.280 em 2019 para 10.600 este ano e, por isso, o Outubro Rosa tem o propósito de alertar as mulheres para a necessidade de se cuidar e investir na prevenção de uma doença que pode ser evitada.

Carmem Nascimento diz que medidas preventivas reduzem em até 28% o risco da doença. Foto: Reprodução

“Além de investir em uma alimentação saudável, a pratica regular de atividade física, manutenção do peso corporal adequado e da não ingestão ou redução do consumo de bebida alcoólica reduzem em até 28% o risco de desenvolver câncer de mama, segundo aponta o Inca. Mas, é importante salientar que, existem fatores de risco para da doença, como a menstruação precoce, menopausa tardia, uso de contraceptivos orais e da terapia de reposição hormonal pós-menopausa, além do histórico de câncer na família”, informa Carmem Nascimento.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados