Servidores são afastados após operação sobre desvio de dinheiro

Investigações apontam movimentação de mais de R$ 4,2 milhões dos cofres públicos

Por | Edição do dia 5 de fevereiro de 2019
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,,,,


Operação foi deflagrada na manhã desta terça-feira (05) (Assessoria)

Operação foi deflagrada na manhã desta terça-feira (05) (Assessoria)

Três servidores da prefeitura de São Luís do Quitunde, na região Norte de Alagoas, foram afastados dos cargos após a Polícia Federal deflagrar a primeira fase da Operação “Narandiba”, na manhã desta terça-feira (5). Em entrevista à imprensa, o delegado e coordenador da operação Agnaldo Mendonça Alves informou que o rombo aos cofres públicos chega a mais de R$ 4,2 milhões.

Ao todo, 18 mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Porém, segundo informou o delegado, Maceió e Rio Largo foram apenas alvos de busca e apreensão, devido aos investigados – suspeitos de lavagem de dinheiro e fraude licitatória – possuírem residências fixas nessas localidades.

Durante os trabalhos de investigação – que tiveram início no ano passado – a PF identificou que servidores públicos teriam movimentado quantias consideráveis, sem origem conhecida, além de efetuado saques na boca do caixa de valores da Prefeitura de Pilar, contrariando a lei que versa sobre as etapas de empenho e liquidação de despesas públicas. Em outra vertente, detectou-se suposta ‘trama’ para burlar certame licitatório em São Luís do Quitunde.

A operação contou com a participação de 80 policiais federais. Diversos materiais foram apreendidos nas residências dos investigados. Ainda segundo o delegado, ninguém foi preso e todo o material apreendido foi levado à sede da Polícia Federal, no bairro do Jaraguá, em Maceió.

O outro lado

Por meio de nota à imprensa, a prefeitura de São Luís do Quitunde esclarece que a operação deflagrada, nesta terça-feira (05), corresponde a gestão anterior. A atual gestora, por sua vez, afirma ainda que todas as documentações solicitada foram entregues para auxiliar nas investigações, conforme a missão da atual gestão de trabalhar para que São Luís se desenvolva sempre com transparência na utilização dos recursos públicos.

“A prefeita Fernanda Cavalcanti, informa ainda que sempre estará com as portas da Prefeitura abertas, para que as políticas públicas sejam levadas com honestidade para população quitundense.  Desde já, a gestora continuará trabalhando com todo o empenho para que o município cresça, como está acontecendo em todas as áreas, como na Saúde, Assistência e na Educação”, diz trecho da nota enviada à imprensa.

Entenda o caso

A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (05), a ‘Operação NARANDIBA’ que cumpre 18 mandados de busca e apreensão em duas prefeituras de Maceió, Rio Largo, Pilar e São Luís do Quitunde. Os agentes descobriram um esquema criminoso envolvendo fraude de licitações e lavagem de dinheiro, na qual foram desviados pelo menos 4,5 milhões de reais.

Ainda nesta terça-feira a PF irá organizar uma coletiva de impressa para dar mais detalhes sobre as investigações, na Sede da Polícia Federal em Alagoas, localizada na Avenida Walter Ananias, 705, Jaraguá, em Maceió ás 11h.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados