Servidores do município de Rio Largo se aglomeram sem proteção em reunião de Secretaria

Nenhum dos trabalhadores presentes usava Equipamento de Proteção Individual (EPI)

Servidores do município de Rio Largo se aglomeram sem proteção em reunião de Secretaria

Nenhum dos trabalhadores presentes usava Equipamento de Proteção Individual (EPI)

Por Deraldo Francisco - Repórter | Edição do dia 5 de maio de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,


Sábado que passou, equipes do prefeito Gilberto Gonçalves tocaram o terror no centro de Rio Largo. Vários estabelecimentos tiveram que fechar as portas sob o argumento de que estariam descumprindo a determinação para a prevenção do coronavírus na cidade.

Muita gente foi prejudicada, desde clientes, empresários, feirantes e as pessoas que precisavam fazer alguma operação numa casa lotérica. De qualquer jeito, a ordem do “dono da cidade” foi atendida e tudo foi fechado, como o “rei do chapéu de palha” mandou.

Ocorre que, não demorou muito, o prefeito demonstrou que a preocupação dele com a aglomeração na cidade não era bem com a infecção pelo vírus da covid-19, mas em prejudicar alguns desafetos políticos, o que acabou acontecendo.

HOJE, funcionários da Secretaria de Obras do Município tiveram uma reunião num galpão pertencente à Prefeitura de Rio Largo e houve uma considerável aglomeração de trabalhos. Como detalhe: nenhum desses trabalhadores usava Equipamento de Proteção Individual (EPI).

No comércio, o setor questiona o fato de ser exigida proteção no interior dos estabelecimentos comerciais, notadamente as máscaras e o álcool em gel. No entanto, nas reuniões dos órgãos públicos não há esse mesmo cuidado. Os empresários cobram providências ao representante do Ministério Público na cidade, que tem se mostrado bastante vigilante para proteger a população do novo coronavírus.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados