Servidores da ADEAL pedem realização de concurso em reunião com secretário de Agricultura

A ADEAL já deu entrada formalmente em um pedido para a reestruturação do quadro dos servidores

Servidores da ADEAL pedem realização de concurso em reunião com secretário de Agricultura

A ADEAL já deu entrada formalmente em um pedido para a reestruturação do quadro dos servidores

Por Assessoria | Edição do dia 6 de julho de 2021
Categoria: Alagoas | Tags: ,


Na busca pela realização de um novo concurso público na Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária (ADEAL), a diretoria do Sindicato dos Servidores de Fiscalização Estadual Agropecuária de Alagoas (Sinfeagro), entidade que representa os servidores do órgão, participou de uma reunião com o secretário de Agricultura, Maykon Beltrão, e com o diretor-presidente do órgão, José Márcio Maia, que intermediou o encontro, para discutir a possibilidade da criação de um certame na Agência.

Além da criação de um novo certame, a diretoria do Sinfeagro destacou a necessidade de reestruturação do quadro de servidores da Agência e da grande demanda de serviços que surgem diariamente e que tem aumentado diante da pandemia do novo coronavírus. O sindicato foi representado pela presidente, Flávia Marques, e o segundo secretário, Otto Cabral, ambos são médicos veterinários e fiscais estaduais agropecuários da Agência.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Flávia explicou que a ADEAL já deu entrada formalmente em um pedido para a reestruturação do quadro dos servidores, na tentativa de reposição das vagas que estão em aberto e com carência. “Reforçamos o pedido ao secretário de Agricultura do Estado presencialmente para que o nosso pleito seja atendido. Precisamos muito de um reforço para continuar entregando uma defesa agropecuária de qualidade à população alagoana”, salientou a presidente do sindicato.

Atualmente, a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária conta com 66 vagas em aberto e que ainda não foram ocupadas. “Nós estamos lutando para que essas vagas sejam preenchidas, a partir de um novo concurso público, porque a demanda de serviços está crescendo e com o quadro se servidores reduzidos, os serviços prestados pelo órgão ficam deficientes”, afirmou Flávia.

Dentre as pautas, a vacinação imediata e todos os servidores da ADEAL também foi discutida. O Sinfeagro reforça que os servidores do órgão continuam sem a imunização e que seguem em campo, em total exposição ao coronavírus.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados