Servidores avaliam positivamente uso do Balcão Virtual em unidades do litoral norte

‘Para suprir a questão no contato físico, eu acredito que a chamada de vídeo é o mais próximo’, afirma chefe de secretaria

Servidores avaliam positivamente uso do Balcão Virtual em unidades do litoral norte

‘Para suprir a questão no contato físico, eu acredito que a chamada de vídeo é o mais próximo’, afirma chefe de secretaria

Por Dicom TJAL | Edição do dia 16 de abril de 2021
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) implantou, em março, o “Balcão Virtual”, para garantir atendimento imediato ao público. A ferramenta tem auxiliado o andamento de processos em todo estado de forma rápida, prática e segura. Em comarcas do litoral norte os resultados do balcão virtual já surpreendem.

O Balcão tem como principal plataforma o aplicativo WhatsApp, para chamadas de vídeo. José Wilson Almeida, chefe de secretaria da vara única de Porto Calvo, explica que, por questões culturais, os jurisdicionados sentem a necessidade de um contato próximo do real. “Para suprir a questão no contato físico, eu acredito que a chamada de vídeo é o mais próximo dessa realidade que a gente pode chegar”.

Em Maragogi, atualmente são realizados em média seis atendimentos virtuais, por dia, através do balcão virtual. Demandas que são resolvidas facilmente por um contato virtual. “Os advogados e jurisdicionados nos ligam. A gente tem utilizado bastante”, diz Iran Pereira, chefe de secretaria da vara única da comarca.

Para usar o serviço, basta acessar o Portal do Judiciário e localizar o contato do servidor da respectiva unidade judiciária, depois é só fazer uma chamada de vídeo através do WhatsApp. Caso não consiga fazer a vídeo chamada, é possível utilizar ligação de voz ou troca de mensagens.

José Wilton ressalta que o uso desses meios alternativos acelera os processos. “Ao invés de a gente precisar fazer um mandado, o oficial pegar esse mandado e se deslocar até onde mora a parte para poder intimá-la, a gente consegue resolver, às vezes, em 5 minutos, numa simples ligação ou contato através do Whatsapp”.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados