Seris inicia curso de padaria e confeitaria para reeducandos

Parceria com Senai possibilita qualificação profissional de custodiados

Seris inicia curso de padaria e confeitaria para reeducandos

Parceria com Senai possibilita qualificação profissional de custodiados

Por Assessoria | Edição do dia 3 de agosto de 2021
Categoria: Alagoas | Tags: ,,


Foto: Reprodução/Seris

Pães, bolos e doces diversos. Isso e muito mais será produzido pelos reeducandos do Núcleo Ressocializador da Capital (NRC), graças ao curso de panificação e confeitaria ofertado pela Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Iniciado nesta segunda-feira (2), a capacitação é fruto de convênio com o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Com conteúdo teórico e pratico, o curso possui carga horária de 160 horas/aula, correspondendo a cerca de dois meses de ensino. Inicialmente, 20 reeducandos foram contemplados com a capacitação, divididos em duas turmas. Porém, a ideia é que, após a formação, novas turmas sejam disponibilizadas.

Entre o conteúdo abordado estão os fundamentos da panificação e confeitaria, a elaboração dos ingredientes básicos, a utilização correta de maquinários e equipamentos na confeitaria, a avaliação do material utilizado, os métodos de confeitar bolo, entre outros.

Professor do Senai responsável pela capacitação, Veríssimo Tadeu falou sobre a formação. “Temos como objetivo desenvolver no aluno a habilidade de panificação e confeitaria. Para isso, vamos trabalhar de forma teórica e prática coisas como as boas práticas de fabricação e, assim, oferecer conhecimento para que o aluno consiga produzir de maneira segura e higiênica”, disse.

Clemerson Pereira é um dos alunos desta primeira turma. Para ele, o conhecimento é sempre importante para o crescimento pessoal e profissional. “A minha expectativa é muito boa, pois se trata de mais aprendizado. Eu já tive uma panificadora, mas nunca lidei com a parte de produção, e essa é a oportunidade de obter um novo conhecimento. Além do mais, é mais uma possibilidade no âmbito profissional que terei em minhas mãos quando sair daqui”, disse o custodiado.

Para a supervisora de Educação, policial penal Jaciara Tenório, ofertar um novo recomeço por meio da educação é uma das missões da Seris. “É uma etapa nova da vida de vocês e, como policiais penais, somos parcialmente responsáveis pela restauração de vidas. Estamos cumprindo o nosso papel ao disponibilizar as ferramentas para que vocês possam trilhar uma nova jornada”, discursou a gestora durante a solenidade de abertura dos trabalhos.

“Esse curso é o primeiro passo. Foi um curso sonhado e desejado e, hoje, estamos dando início. Espero que agarrem com muita determinação todo o ensinamento passado e que vocês projetem seus futuros, pois a supervisão de educação está à disposição para fornecer as melhores condições nesse sentido”, finalizou.

As aulas acontecerão na panificação escola instalada no sistema prisional e dotada de todos os equipamentos necessários às atividades.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados