Boa Tarde!, Quarta-Feira - 18 de Setembro de 2019

 

Seplag divulga pesquisa de preços para o Dia dos Namorados

Agência Alagoas / 2:26 - 08/06/2017

Levantamento aponta que, este ano, itens mais comuns para presentes apresentaram variações em seus preços


namoradosA compra de presentes e as celebrações do Dia dos Namorados, que é comemorado no dia 12 de junho, devem movimentar o comércio alagoano nos próximos dias. Mas, em períodos em que os preços estão pesando no bolso, o consumidor deve ficar atento com os preços de itens mais comuns nesta época.

Para auxiliar os casais que irão trocar presentes, a Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), por meio do Índice de Preço ao Consumidor (IPC), realizou uma pesquisa especial de preços.

Conforme levantamento, os produtos pesquisados contemplam artigos de vestuário, aparelhos eletrônicos, artigos de presente – como perfumes, cestas, flores, maquiagem e chocolates – e produtos esportivos.

“Este ano, para ter uma ideia, os dados mostram que no grupo vestuário, o item camisa social manga longa foi o que teve maior aumento, com variação de 42,91%. Tradicionalmente, este grupo é o que apresenta as maiores variações de um ano para o outro”, aponta o supervisor de Pesquisas da Seplag, Gilvan Sinésio.

Entre os artigos que também apresentaram altas estão itens como calça jeans masculina (36,42%), calcinha (33,61%), sutiã (29,18%), camisa polo (27,97%) e casaco (25,14%).

Já no caso dos produtos eletrônicos, os dados revelam que a maior queda de preços ficou com o item celular, com uma baixa de 16,37% em relação ao ano passado. O tablet, por sua vez, obteve aumento de 28,87%.

Acessórios e perfumes

Entre os calçados e acessórios, que compõem o segundo grupo mais procurado pelos consumidores nessa época, apenas relógios femininos, carteira e relógio masculinos apresentaram aumentos, alcançando altas de 17,74%, 16,69% e 3,93%, respectivamente.

“Foi verificada uma baixa nos preços dos calçados, fato que está fortemente relacionado ao aumento do desemprego e endividamento das famílias, que afetou o consumo impactando principalmente nas vendas dos artigos de vestuário e calçados”, explica Sinésio.

A pesquisa ainda analisou o preço de maquiagens e chocolates, que apresentaram elevações de 8,65% e 8,33%. Já o setor de floricultura teve queda percentual de 0,87%. No caso dos perfumes, foi verificado que, em geral, eles tiveram queda de 9,21%.

Para verificar todos os números da pesquisa, basta acessar o Alagoas em Dados e Informações ou clicando aqui.


Comentar usando