Semudh e SSP inauguram Núcleo Integrado de Atendimento à Mulher na central de flagrantes da capital

Aberta nesta quarta-feira (29), unidade funciona 24 horas para receber denúncias e garantir atendimento humanizado e acolhimento a mulheres vítimas de violência

Semudh e SSP inauguram Núcleo Integrado de Atendimento à Mulher na central de flagrantes da capital

Aberta nesta quarta-feira (29), unidade funciona 24 horas para receber denúncias e garantir atendimento humanizado e acolhimento a mulheres vítimas de violência

Por Assessoria | Edição do dia 30 de dezembro de 2021
Categoria: Alagoas | Tags: ,,,,,


A mulher vítima de violência ganhou mais uma ferramenta de combate contra a violência doméstica e familiar nessa quarta-feira (29): o Núcleo Integrado de Atendimento à Mulher (NUIAM) na Central de Flagrantes da capital. O Núcleo terá funcionamento 24h e, além de receber denúncias, acolherá mulheres que sofreram qualquer tipo de agressão.

O NUIAM é fruto de uma parceria entre a SEMUDH e a Polícia Civil de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), e irá garantir um mecanismo de denúncia para a população feminina com um atendimento mais humanizado.

Participaram da cerimônia de inauguração a secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos, Maria Silva; o delegado-geral da Polícia Civil de Alagoas, Carlos Reis; o promotor de justiça e presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos (CEDDH), Magno Moura; o gerente de Polícia das Delegacias de Maceió e área Metropolitana, delegado Valter Nascimento; o coordenador da Central de Flagrantes, agente PC Daniel Pinto; conselheiras do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher (CEDIM) e a equipe da Central de Flagrantes.

Para Maria Silva, a chegada do Núcleo Integrado de Atendimento à Mulher é uma conquista de grande expressão para o enfrentamento à violência. “Hoje é um dia que vai ficar marcado. Agora, a mulher vítima de violência tem mais um meio para buscar ajuda. Precisamos sempre garantir um atendimento humanizado para garantir os direitos e a dignidade de quem busca a nossa ajuda”.

A secretária da Mulher agradeceu ao delegado-geral da Polícia Civil pela sensibilidade: “Hoje viramos uma página. Isso aqui para as mulheres não tem preço. As mulheres vão se sentir protegidas”, destacou.

Para o promotor de Justiça, Magno Alexandre Moura, presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos, 29 de dezembro de 2021 está marcado como um dia importante para as mulheres. “Destaco a compreensão da Polícia Civil, na pessoa do delegado-geral Carlos Reis, pela sensibilidade a questão dos Direitos Humanos. É uma afirmação de que a mulher é importante, será atendida e acolhida numa sala especial”, frisou.

Já o delegado-geral, Carlos Reis, disse que o espaço destinado à proteção da mulher na Central de Flagrantes da capital é uma conquista de todas as alagoanas. “A voz das mulheres está sendo ouvida. Nós estamos contribuindo para que todas sejam respeitadas enquanto seres humanos”.

“Esta é mais uma medida que a Polícia Civil de Alagoas adota visando a melhoria do atendimento às mulheres que, infelizmente, ainda são vítimas de violência”, pontuou Carlos Reis.

Ele reafirmou a ideia de que, após a conclusão do concurso público para os cargos de delegado, agente e escrivão de polícia, irá colocar a Delegacia de Defesa da Mulher funcionando também durante 24 horas.

Equipe especializada

A NUIAM da Central de Flagrantes conta com uma Sala Lilás para recepção e orientação das mulheres que procurarem ajuda para realizar as denúncias de violência. Lá também é realizado o redirecionamento para órgãos vinculados quer realizam trabalhos de acompanhamento jurídico, psicológico e assistência social.

Na última segunda-feira (27), a equipe multidisciplinar do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM) da Semudh realizou a primeira formação com funcionários da Central de Flagrantes sobre os direitos da mulher e, também, a rede de proteção à mulher. Em janeiro, a capacitação continuará e outras turmas também serão instruídas.

Novidades

Na cerimônia de inauguração do Núcleo, Carlos Reis afirmou que, seguindo orientação do governador Renan Filho e do secretário de Segurança Alfredo Gaspar, todos os Centros Integrados de Segurança Pública (CISP) que forem inaugurados de agora em diante terão um núcleo especializado de atendimento à mulher.

“O primeiro CISP que irá contar com estes serviços será o de Palmeira dos Índios. Queremos contar com uma Sala Lilás em todos os CISPs que forem inaugurados a partir de hoje”, disse o delegado-geral da Polícia Civil.

Carlos ainda compartilhou o desejo do governo do Estado, da Secretaria de Segurança Pública e da Polícia Civil em instalar uma Delegacia da Mulher no novo CISP do bairro Benedito Bentes, que será inaugurado em breve.

“Iremos contar com um CISP tipo III no Benedito Bentes, uma região bastante populosa da capital. Lá, estamos trabalhando para colocar em funcionamento mais uma Delegacia da Mulher”, afirmou.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados