Sem parentes aptos, corpo de mulher é liberado para sepultamento a pedido de abrigo de idosos

Falecida tem apenas uma irmã viva, porém portadora de Alzheimer em estágio avançado; caso aconteceu em União dos Palmares

Sem parentes aptos, corpo de mulher é liberado para sepultamento a pedido de abrigo de idosos

Falecida tem apenas uma irmã viva, porém portadora de Alzheimer em estágio avançado; caso aconteceu em União dos Palmares

Por Assessoria | Edição do dia 7 de maio de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


A 2ª Vara Cível de União dos Palmares determinou que o Hospital Geral do Estado libere o corpo de uma idosa que residia na Casa do Pobre Santo Antônio, para que se proceda o sepultamento. A decisão do juiz Yulli Roter Maia está no Diário da Justiça Eletrônico desta quinta-feira (7).

De acordo com a decisão, a idosa, que faleceu em 2019, não tinha outros parentes conhecidos vivos além de sua irmã, que também reside na Casa do Pobre e é portadora de Alzheimer em estado avançado. Por conta da doença, a irmã não teria condições de fazer a retirada do corpo do HGE para o sepultamento.

A diretora do abrigo e autora da ação requereu a liberação, já que a direção do hospital informou que poderia ser feito apenas com assinatura de familiar responsável ou autorização judicial.

O magistrado deferiu o alvará judicial após a autora da ação comprovar que respondia pelo abrigo onde a idosa residia, “entidade esta que supria as necessidades e promovia o cuidado com a idosa, sendo sua diretora, a princípio, quem tem maior proximidade para proceder com a retirar do corpo”.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados