Selo de Indicação Geográfica do Bordado Filé será entregue no mês do folclore

Cerimônia solene reunirá artesãs e parceiros institucionais envolvidos no processo de reconhecimento

Selo de Indicação Geográfica do Bordado Filé será entregue no mês do folclore

Cerimônia solene reunirá artesãs e parceiros institucionais envolvidos no processo de reconhecimento

Por | Edição do dia 24 de julho de 2016
Categoria: Cultura | Tags: ,,,,,


Em pleno mês da celebração do saber popular, uma genuína expressão do artesanato alagoano recebe o reconhecimento de que não há no mundo trabalho igual ao Bordado Filé da região das Lagoas Mundaú-Manguaba. No dia 04 de agosto, início do mês do folclore, uma solenidade na Associação Comercial de Maceió vai marcar a entrega oficial do selo de Indicação Geográfica (IG), na modalidade Indicação de Procedência, por parte do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) às artesãs do Instituto Bordado Filé (Inbordal).

Filé do Pontal da Barra

Filé do Pontal da Barra (Foto: Alagoas Boreal)

Esse selo é o primeiro registro de Indicação Geográfica do artesanato alagoano e a segunda IG para Alagoas, que já conta com a própolis vermelha assegurada com a Denominação de Origem ‘Manguezais de Alagoas’. A solenidade de entrega contará com a presença de representante do INPI, direto do Rio de Janeiro, e parceiros locais como o Governo do Estado, Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Instituto de Patrimônio Histórico e Cultural – Seção Alagoas (Iphan/AL), Braskem, Linhas Círculo S.A. e Prefeituras dos municípios abrangidos pela região das lagoas.

A análise para registro de uma IG é um processo longo, multidisciplinar e metódico, seguindo especificações do INPI. Envolve historiadores, antropólogos, geógrafos e a elaboração de uma análise cultural e econômica do porquê aquele produto deve ser considerado característico apenas dessa região ou desse modo de produção.

“Um reconhecimento como esse é um grande diferencial para qualquer grupo que o obtenha. Um trabalho duro, longo, de coleta de dados, união de forças para padronizar o ‘fazer’, a organização do processo produtivo, a elaboração de dossiê técnico, entre muitas outras ações, que culminam na aprovação, pelo INPI, do registro. É algo que não se faz da noite para o dia, e desde 2009 trabalhamos com o Instituto Bordado Filé a fim de obter esse importante registro”, aponta Vanessa Fagá Rocha, gerente da Unidade de Comércio e Serviços (UCS) do Sebrae em Alagoas.

Durante o processo de solicitação da IG e por consequência das próprias pesquisas, o Bordado Filé recebeu do Governo do Estado o reconhecimento de Patrimônio Cultural Imaterial de Alagoas. O que já era um marco do artesanato local ganha ainda mais impacto ao ser laureado em agosto, quando se celebra o Dia do Folclore, no dia 22.

“O fato do selo ser entregue nas mãos das artesãs no Mês do Folclore é significativo, pois, assim como o artesanato, ele reflete e traduz a expressão cultural do nosso povo. Alagoas tem um grande motivo para se orgulhar de sua história, de seus saberes e das belezas que tantos artistas produzem“, declara Vanessa.

A entrega do selo da IG marca a passagem para a etapa seguinte entre as artesãs do Inbordal, com o início da efetividade na manutenção da tradição dos pontos pesquisados. “Assim, elas podem se destacar entre os concorrentes, pois trabalham com melhor qualidade de insumos e de execução. Deveremos agora auxiliá-las na aplicação de todas as normas e regras do uso do selo de IG nos produtos do Instituto Bordado Filé, para que eles tenham credibilidade de mercado, sejam referência em qualidade e exclusividade e, claro, sendo genuinamente alagoanos”, complementa Marina Gatto, analista da UCS e gestora do Projeto Brasil Original em Alagoas, que acompanha unidades produtivas de artesanato nos estados.

Solenidade formal

A cerimônia de entrega do selo de Indicação Geográfica será realizada na Associação Comercial de Maceió, em Jaraguá, a partir das 8h30 da quinta-feira, 04 de agosto. Um café da manhã vai abrir a programação, antes da solenidade oficial, às 9h, e contará com a presença de autoridades alagoanas, representantes do Instituto Nacional da Propriedade Industrial e também do Sebrae Nacional.

Um debate sobre o Bordado Filé com os parceiros do projeto encerra a programação.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados