Boa Tarde!, Domingo - 19 de Janeiro de 2020

 

Segurança Pública prende quadrilha por assaltos a banco no interior

Agência Alagoas / 5:33 - 12/07/2016


Foto: Ascom

Foto: Ascom

A Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL) apresentou, nesta terça-feira (12), em entrevista coletiva à imprensa, quatro integrantes de uma quadrilha responsável por assaltos com explosões a banco no interior do Estado. Eles foram presos no último sábado (9), no município de Monteirópolis.

Dos quatro membros, três são os irmãos Paulo Vitor Simião, Dayane Simião e Antônio Simião, e o quarto David Belizário. Eles foram responsáveis por ataques a agências dos municípios de Jacaré dos Homens, Monteirópolis e Pão de Açúcar. As investigações ainda não apontam quantia e destino do dinheiro roubado.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Vinícius Martins Ferrari, da Seção de Roubo a Bancos (Serb) da Divisão Especial de Investigação e Captura da Polícia Civil (Deic – PC-AL), Paulo Vitor era responsável pelas explosões e Antônio atuava diretamente nas invasões às agências bancárias, enquanto David oferecia cobertura e Dayane levava roupas e comida para os criminosos  nos esconderijos.

Ainda conforme a polícia, Paulo Vitor também tem envolvimento com assaltos a estabelecimentos comerciais e tráfico de drogas, tendo sido visto com dois carros usados nos ataques às instituições financeiras, um Ecosport e um Uno Vivare. Os veículos foram localizados queimados

Segundo o secretário Lima Júnior, as quadrilhas identificadas nas investigações atuam em Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. “Este resultado foi alcançado graças ao compromisso das forças policiais envolvidas, pois sem elas e o apoio do Ministério Público e do Poder Judiciário alagoano, além da contribuição da população, por meio do 181 [Disque Denúncia], seria impossível fazer segurança pública”, reforçou Lima Júnior.

O delegado-geral da Polícia Civil de Alagoas (PC/AL), Paulo Cerqueira, informou na coletiva que Alagoas ainda tem o menor índice de assaltos com explosões a banco do País.

As investigações, que continuam em curso, têm o apoio da Polícia Militar de Alagoas (PM-AL), do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), e da Segurança Pública de Pernambuco, Ceará, Bahia, Sergipe e São Paulo.

Também participaram da coletiva o comandante-geral da PM-AL, coronel Marcos Sampaio, e o comandante do Policiamento da Capital (CPC), coronel Claudivan Albuquerque.


Comentar usando