Secult investe R$ 180 mil anuais na manutenção de espaços museológicos na capital

Atualmente, parte interna do Museu Palácio Floriano Peixoto, no centro de Maceió, passa por reparos e revitalização; secretaria divulga projetos de segurança contra incêndios

Por | Edição do dia 12 de setembro de 2018
Categoria: Cultura | Tags: ,,,,,


       Reparos estão sendo feitos na parte interna do Museu Palácio Floriano Peixoto (o Mupa), no centro da capital

Lamentando o incêndio que destruiu quase todo acervo do Museu Nacional, na capital fluminense, há pouco mais de uma semana (dia 2 de setembro, domingo), a Secretaria de Estado da Cultura (a Secult) afirma ser responsável pelos Museu Palácio Floriano Peixoto (o Mupa, no centro da capital), Museu da Imagem e do Som (Misa) e Memorial à República, esses dois últimos localizados no bairro central do Jaraguá.

“A manutenção desses equipamentos é realizada à medida que os gestores dos espaços demandam solicitações para a Secult, que faz os devidos procedimentos. Anualmente, o Estado tem uma despesa de manutenção de seus espaços museológicos de aproximadamente R$ 180 mil”, indica o informativo da Secult enviado à Redação.

 
              A parte interna do Mupa, na antiga Praça dos Martírios, no Centro, está sendo reformada
 
                 Museu da Imagem e do Som no bairro central do Jaraguá/ Foto/ Adailson Calheiros

Segundo a comunicação da secretaria, atualmente a “parte interna” do Mupa está sendo reformada e “revitalizada”. A Secult promoveu, também, com os gestores dos museus locais, o “2º. Encontro Alagoano de Museus”, que ocorreu no dia 20 de agosto.

“Ressaltamos ainda que todos os espaços museais de responsabilidade da Secult possuem Projeto de Segurança contra Incêndio e Pânico e já foram encaminhados para o Corpo de Bombeiros”, destaca o informativo oficial. De acordo com o governo do Estado, o Corpo de Bombeiros “realiza periodicamente, por meio da Superintendência de Atividades Técnicas, fiscalizações aos museus alagoanos e sempre orienta sobre as medidas que deverão ser tomadas para adequação e regularização”.

“Os projetos de Segurança contra Incêndio e Pânico dos espaços museais administrados pela Secult estão em processo de análise”, afirma o press-release.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados