Secretaria de Saúde atualiza casos suspeitos de microcefalia

De acordo com a situação dos registros na Região Nordeste, Estado ocupa sexta posição em relação ao número de notificações

Por | Edição do dia 4 de janeiro de 2016
Categoria: Artigos, Blog | Tags:


Foto: Agência Alagoas

Foto: Agência Alagoas

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) atualizou as informações sobre a notificação de microcefalia em Alagoas: são 139 casos suspeitos da doença, sendo 133 em recém-nascidos e 6 intrauterinos. Os dados atualizados nesta segunda-feira (4) são do Registro de Eventos de Saúde Pública referente às microcefalias (RESP-microcefalias) e das notificações recebidas pelo Centro de Informação Estratégica em Vigilância em Saúde de Alagoas (CIEVS/AL).

Segundo o município de ocorrência (serviço onde nasceu a criança), os casos suspeitos de microcefalia concentram-se em Maceió (46), Santana do Ipanema (35), Palmeira dos Índios (16), Penedo (9), Arapiraca (12), Delmiro Gouveia (5), União dos Palmares (4), São Miguel dos Campos (3), Murici (1), Maragogi (1) e Coruripe (1). Já o 6 casos intrauterinos foram identificados em Girau do Ponciano (1), Canapi (1), Porto Calvo (2) e Arapiraca (2).

A Sesau ressalta ainda, por meio de Nota Técnica, que os exames de imagem para acompanhamento dos casos iniciaram em 17 de dezembro de 2015, de forma ordenada e com prévio agendamento da Sesau com os municípios de residência dos  casos. A tomografia computadorizada do crânio dos bebês está sendo realizada no Hospital Geral do Estado (HGE).

A recomendação do Ministério da Saúde (MS) foi que, a partir do dia 19 de novembro de 2015, a ocorrência de microcefalia que atendessem a definição de caso fosse notificada de forma imediata às Secretarias Estaduais de Saúde. Os casos a serem notificados são os suspeitos durante a gestão e também os suspeitos de microcefalia no parto ou pós-parto.

 Nordeste

A situação dos registros de casos de microcefalia na Região Nordeste, divulgada pelo Ministério da Saúde, coloca Alagoas na sexta posição em relação ao número de casos suspeitos, que são 139. O maior quantitativo de notificações está nos Estados de Pernambuco (1.153), Paraíba (476), Bahia (271), Rio Grande do Norte (154) e Sergipe (146).

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados