Secretaria de Estado da Educação apresenta Projeto Canto da Terra para estudantes

Objetivo do programa é comemorar os 200 anos de Alagoas, integrando corpo docente, discente e familiares de alunos da rede estadual

Secretaria de Estado da Educação apresenta Projeto Canto da Terra para estudantes

Objetivo do programa é comemorar os 200 anos de Alagoas, integrando corpo docente, discente e familiares de alunos da rede estadual

Por | Edição do dia 14 de março de 2017
Categoria: Educação, Notícias | Tags: ,,,,


Apresentação do projeto reuniu alunos e professores. Crédito: Valdir Rocha

Apresentação do projeto reuniu alunos e professores. Crédito: Valdir Rocha

O Centro de Arte e Mediações Culturais (CAMEC) da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) apresentou, nesta terça-feira (14), o Projeto Canto da Terra a estudantes e professores da rede pública estadual. O evento foi realizado no auditório da 13ª Gerência Regional de Educação (Gere).

O objetivo do projeto é comemorar os 200 anos de Alagoas através do Canto Coral, integrando o corpo docente, discente e familiares de alunos da rede estadual.

De acordo com o coordenador do Canto da Terra, Odílio Vieira, o primeiro momento, realizado nesta terça, serviu para apresentar o programa aos estudantes do Centro Educacional e Pesquisas Aplicadas (Cepa).

“Iremos realizar os testes vocais nos dias 4 e 6 de abril, e quem for selecionado começará as aulas no dia 11, no CAMEC. Vimos muito potenciais entre os alunos durante as músicas trabalhadas. Entre as músicas está “Vida Nordestina”, do Djavan. Este é o carro chefe do nosso programa, não somente por ser de Alagoas, mas por representar tudo o que ele representa”, explica Vieira.

Para Jil Mota, que além de responsável pela execução do projeto, irá reger o coral, o encontro foi muito positivo. “Este nosso primeiro encontro foi ótimo, pois vieram apenas as pessoas que quiseram participar do projeto. Durante o curso nós iremos trabalhar a leitura de partitura, técnica vocal e teoria musical”, informa o regente.

No clima de integração proposto pela Seduc, Mota relata que é possível, em determinados momentos, realizar a junção entre canto, teatro e dança, atividades estas ofertadas pelo Governo do Estado.

Aprovação

O professor de História da Arte da Escola Estadual José da Silveira Camerino, Anderson Serpa, afirma que a inciativa é de extrema importância ara o desenvolvimento cognitivo dos estudantes. “Eles aprendem limitações do corpo, leem partituras, têm disciplina. É muito importante promovermos ações como esta. Eu já tive experiência com Música Popular Brasileira, mas estou achando ótimo o contato com o Canto Coral”, conta Serpa.

A estudante Nycaelly Karine Nascimento, da Escola Princesa Isabel, corrobora com a ideia do docente. “Já tenho experiência com o canto através da igreja, mas termos isso na escola faz a gente aprender muito mais sobre música, e eu acho isto ótimo”.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados