Sebrae e AMA trabalham para melhorar ambiente de negócios para as pequenas empresas no interior

Ponto de partida para o desenvolvimento de novas ações nos municípios são os eixos do programa Cidade Empreendedora

Sebrae e AMA trabalham para melhorar ambiente de negócios para as pequenas empresas no interior

Ponto de partida para o desenvolvimento de novas ações nos municípios são os eixos do programa Cidade Empreendedora

Por Assessoria | Edição do dia 8 de junho de 2021
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


Foto: Assessoria

Para melhorar o ambiente de negócios para as pequenas empresas do interior de Alagoas, o Sebrae Alagoas e a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) trabalham em sintonia e usam como ponto de partida os eixos do programa Cidade Empreendedora. Uma reunião com essa pauta foi realizada na manhã dessa terça-feira (8), na sede do Sebrae Alagoas, em Maceió, entre a diretoria executiva da instituição e o presidente da AMA, Hugo Wanderley.

O acesso dos pequenos negócios para as compras públicas das prefeituras e o fomento à agricultura familiar nos municípios foram algumas das frentes discutidas no encontro, o que pode ocorrer mais adiante por meio de projetos ou convênios entre o Sebrae e a AMA. Desburocratizar o processo de abertura de empresas e facilitar ainda mais o atendimento nas Salas do Empreendedor pelo interior do estado também foi discutido na reunião.

“O Sebrae é um grande parceiro do empreendedorimso nos municípios, e junto à toda equipe técnica do Sebrae nos foi apresentado um planejamento de trabalho dentro dos municípios. Eu agradeço a parceria de sempre e nós vamos continuar trabalhando para gerar renda e emprego nos municípios alagoanos, principalmente nesse momento de grande dificuldade pelo qual as pessoas passam”, destaca Hugo Wanderley, que também é prefeito da cidade de Cacimbinhas.

O presidente da AMA destacou a dificuldade de identificar e mapear a produção agrícola local para manter um cadastro atualizado de produtores, para que ações sejam direcionadas a agricultura familiar.

Ele disse que a pauta está sendo discutida com a União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes). Uma ação já conhecida pelos gestores é a compra pública, por meio da merenda escolar. Outra é o projeto piloto de cashback, para estimular a compra de produtos da agricultura familiar pela população.

“O momento para discutir os temas pertinentes à eficiência municipal é agora, porque estamos reeditando vários setores aos poucos, principalmente com as mudanças causadas por esses tempos de pandemia. Na questão da coleta seletiva, por exemplo, já colocamos fim em todos os lixões a céu aberto nos municípios. Nós precisamos da ajuda do Sebrae para estruturação no processo de sustentabilidade. Será um benefício para ambos os lados”, explica Wanderley.

Cidade Empreendedora

Boa parte das ações discutidas na reunião da AMA com o Sebrae Alagoas encontra amparo nos eixos do Cidade Empreendedora. Dentre os objetivos específicos do programa estão: a inserção dos pequenos negócios na agenda municipal; a ampliação da participação dos pequenos negócios nas compras do governo; o apoio ao ingresso da agricultura familiar na merenda escolar; a simplificação dos trâmites de abertura, alteração e baixa em empresas; a qualificação das Salas do Empreendedor; e o apoio à educação empreendedora.

O superintendente do Sebrae Alagoas, Marcos Vieira, destaca principalmente o incentivo à educação empreendedora e às compras governamentais. “Essa visita [da AMA] é importantíssima para nós juntarmos forças, para ajudarmos nossos municípios a atravessarem essa fase crítica da pandemia com muito trabalho. Trabalhando a questão das compras governamentais, a educação empreendedora, que é importantíssima para os nossos jovens; trabalhar ainda a agricultura familiar, para gerar mais empregos no campo e reter mais recursos no município”, pontua.

“São vários projetos que podemos desenvolver juntos, para fortalecer a economia alagoana e gerar mais emprego e renda para os alagoanos. Portanto, essa junção nossa [Sebrae e AMA] é muito importante para o desenvolvimento de Alagoas”, completa Vieira.

Além do superintendente do Sebrae Alagoas, também participaram da reunião o diretor técnico Vinícius Lages, o diretor administrativo e financeiro Roberval Cabral e o gerente adjunto da Unidade de Competitividade e Desenvolvimento (UCD), Márcio Barcellos.

Atendimento remoto

A equipe do Sebrae está mobilizada para atender as demandas dos empresários, que também podem contar com a estrutura de cursos online e gratuitos do portal EAD Sebrae com mais de 100 opções de cursos, basta acessar https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline.

O empresário pode entrar em contato com a instituição pelos canais remotos e digitais, como o portal sebrae.com.br/alagoas, telegram t.me/sebraealagoas, whatsapp e Telefone 0800 570 0800, chat e e-mail fale.sebrae.com.br, instagram @sebraealagoas, twitter @sebraealagoas, facebook /SebraeAlagoas, youtube @sebraealagoas e o linkedIn Sebrae Alagoas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados