Saúde: Sesau informa que há três casos de microcefalia em Alagoas neste ano

Secretaria informa que a relação do zika vírus com a doença em bebês do estado, não foi confirmada

Por | Edição do dia 18 de novembro de 2015
Categoria: Blog, Notícias | Tags:


Foto: Ilustração

Foto: Ilustração

Nesta quarta-feira (18), a Secretaria de Estado da saúde (Sesau) informou que no estado de Alagoas, somente neste ano, foram confirmados três novos casos de microcefalia. Com o aumento da ocorrência de casos no nordeste, o Ministério da Saúde decretou estado de emergência em Saúde Pública de Importância Nacional.

Em Pernambuco, nos últimos quatro meses deste ano, houveram 145 casos de crianças diagnosticadas  com a doença, isso levou especialistas investigar o aumento e motivações da anomalia.

Para investigação, no estado de Alagoas, unidades de saúde que são direcionadas  para atendimento de crianças e bebês, foi indicado que diante de possíveis casos de microcefalia, sejam informados à Sesau imediatamente.

Segundo os dados da Sesau, no estado, em apenas dez anos, a doença atingiu mais de 20 crianças, a ocorrência da anomalia não é diagnóstico de outras síndromes.

A Microcefalia é uma doença que resulta em um crescimento anormal do cérebro, que ocorre no com a criança ainda no útero ou já na infância. Ela pode ser genética ou pode ser causada por malformações do sistema nervoso central, diminuição do oxigênio no cérebro, exposição a álcool, drogas e até exposição a produtos químicos na gravidez, além de outras causas.

De acordo com a secretaria, não há comprovações de que o problema ocorre também por causa do Zika vírus ou da febre do Chihungunya.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados