Sargento J. Ferreira é enterrado com honras militares

Ferido ao impedir assalto a ônibus no Jacintinho, no fim de agosto, ele não resistiu aos ferimentos e faleceu neste sábado

Sargento J. Ferreira é enterrado com honras militares

Ferido ao impedir assalto a ônibus no Jacintinho, no fim de agosto, ele não resistiu aos ferimentos e faleceu neste sábado

Por | Edição do dia 11 de setembro de 2016
Categoria: Notícias, Polícia | Tags: ,,,,


Sob clima de forte comoção, familiares, amigos e companheiros de farda sepultaram na manhã deste domingo (11) o corpo do sargento José Ferreira de Araújo. Ele foi ferido em 29 de agosto, ao impedir assalto em um ônibus coletivo na ladeira do Jacintinho.

Desde o primeiro momento, estava claro que o estado do sargento era grave. Ele foi socorrido no Hospital Geral do Estado (HGE) e operado imediatamente, perdendo um dos rins devido ao ferimento. Ele foi transferido, depois, para um hospital particular, onde permaneceu internado, registrado até certa melhora ao longo dos dias. Porém, não resistiu aos ferimentos e morreu no fim da tarde de ontem, sábado (10).

Cadetes da APMSAM, antes do sepultamento, realizam a salva de tiros (Foto: assessoria)

Cadetes da APMSAM, antes do sepultamento, realizam a salva de tiros (Foto: assessoria)

O enterro foi acompanhado por centenas de pessoas que se fizeram presentes no Cemitério Memorial Parque de Maceió, no bairro Benedito Bentes, para prestarem as últimas homenagens ao policial. Entre eles, o comandante-geral da PM, coronel Marcos Sampaio, e o secretário de Segurança Pública, coronel Lima Júnior.

Sampaio exaltou o comportamento exemplar do sargento, que era lotado na Companhia de Comando e Serviços (CCSv) e integrava a guarda do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar. O coronel destacou o exemplo de bravura de J. Ferreira, como era conhecido, no cumprimento de sua missão.

“É uma perda irreparável para nossa corporação, que mesmo abalada pelo luto, não deixa de reconhecer a bravura do companheiro, que nos deixa o exemplo de dignidade e coragem na luta pela proteção da sociedade alagoana”, destacou o comandante.

José Ferreira de Araújo foi enterrado com honrarias fúnebres, com salva de tiros e o toque de silêncio antes do sepultamento. Ele tinha 51 anos e deixa esposa e dois filhos.

SSP demonstra pesar

A Secretaria de Segurança Pública prestou solidariedade aos familiares do sargento José Ferreira com uma nota de pesar. Confira abaixo:

LUTO

O secretário de Segurança Pública de Alagoas, coronel Lima Júnior, em nome de todos que integram a instituição, se solidariza com os familiares do sargento José Ferreira de Araújo, 51 anos, cuja morte foi atestada na tarde deste sábado (10), no hospital Hapvida.

O nobre policial, defendendo a sociedade, evitou um assalto dentro de um coletivo, no bairro do Jacintinho, em Maceió, no dia 29 de agosto. O sargento J. Ferreira, que trabalhava na Guarda do Comando-geral da Polícia Militar, foi baleado, socorrido ao Hospital Geral do Estado. Desde então, todos oravam e apostavam na sua recuperação.

A Segurança Pública está de luto pela morte de um guerreiro que honradamente cumpriu sua missão e deixa exemplo de dignidade e coragem lutando pela proteção das famílias alagoanas. Ressaltando que todos os culpados foram identificados e presos, um deles morto pelo sargento J. Ferreira que revidou aos tiros em sua direção. 

As forças policiais não se intimidarão diante da ousadia dos criminosos e a Segurança Pública continuará nas ruas protegendo os cidadãos de bem.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados