Samu realiza curso de capacitação para equipes de motolância da Central Maceió

Samu realiza curso de capacitação para equipes de motolância da Central Maceió

Por Assessoria | Edição do dia 23 de fevereiro de 2022
Categoria: Saúde | Tags: ,,,


A educação continuada é um dos pilares para um bom atendimento à população e é por isso que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Alagoas realiza nesta semana, por meio do Núcleo de Educação Permanente (NEP), mais um curso de capacitação. Até esta sexta-feira, 16 enfermeiros e técnicos de enfermagem do serviço de motolância terão 60 horas de aulas teóricas e práticas para aperfeiçoar os protocolos de segurança e de socorro aos usuários.

Além de atualizar os conhecimentos dos profissionais que já atuam no serviço e realizaram mais de mil atendimentos em 2021, o curso tem como objetivo formar ainda outros quatro profissionais para serem integrados às equipes de motolâncias da Central Maceió.

Motossocorristas da Central Maceió participam de mais um curso de capacitação

De acordo com o instrutor e enfermeiro socorrista João Henrique Alvorável, ao apresentar novas técnicas, esta capacitação vai aprimorar o atendimento pré-hospitalar das equipes de motolância na capital. “Não só os protocolos de salvamento estão sendo praticados, mas também as habilidades de pilotagem das motos. É importante atualizar os socorristas e assim mantermos o alto padrão do atendimento que os pacientes precisam” explica João Henrique.

Dividido em mais de 20 módulos de aulas teóricas e práticas, o curso aborda desde legislação de trânsito, manutenção básica em motocicletas e técnicas de pilotagem até o atendimento pré-hospitalar, avaliação de pacientes, imobilização e outros diversos protocolos de saúde.

Pista de habilidades integra o cronograma de atividades práticas do curso

Para o médico supervisor do Samu Alagoas, Claubiano Moura, esta educação continuada dos socorristas é importante para aperfeiçoar os protocolos de atendimento. “Não é porque estamos há muito tempo no exercício da profissão que não temos o que aprender. Periodicamente, vamos fazer treinamentos com todos os profissionais que integram o Samu”, ressaltou o supervisor.

Protocolos de pilotagem são atualizados para aperfeiçoar atendimento do serviço

Serviço de Motolância – Os motossocorristas são fundamentais para diminuir o tempo-resposta dos atendimentos do Samu, já que conduzem motocicletas especialmente equipadas. Em duplas, as motolâncias são liberadas e chegam primeiro ao local das ocorrências, enquanto a ambulância segue o caminho enfrentando o trânsito.

Além de seguirem para o atendimento levando talas de imobilização, soros, desfibrilador externo automático, material para acesso venoso, oxímetro e glicose, os motossocorristas também dispõem de colar cervical, ou seja, os mesmos materiais que compõem uma Unidade de Suporte Básico (USB), com exceção da maca e prancha rígida.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados