Samu Alagoas orienta sobre como proceder ao sofrer queimaduras durante o período junino

Médico do Samu orienta que é necessário ter cuidado ao ascender fogueiras e manipular fogos de artifício para evitar queimaduras que podem incapacitar a vítima

Samu Alagoas orienta sobre como proceder ao sofrer queimaduras durante o período junino

Médico do Samu orienta que é necessário ter cuidado ao ascender fogueiras e manipular fogos de artifício para evitar queimaduras que podem incapacitar a vítima

Por Redação com Assessoria | Edição do dia 22 de junho de 2021
Categoria: Saúde | Tags: ,,


O mês de junho é de pura tradição no Nordeste. Muitas comidas típicas, músicas em ritmo de forró pé de serra, fogueiras e fogos de artifício. Mesmo diante de toda animação que o período junino pede, é necessário que a população redobre os cuidados para evitar queimaduras e explosões, que tendem a aumentar nessa época do ano devido à exposição direta às fogueiras e o manuseio de fogos, mesmo restritos em razão da pandemia da Covid-19. Caso algum acidente desse tipo ocorra, os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Alagoas deverão ser acionados, através do número 192, para assegurar a assistência necessária às vítimas.

“Ao receber um chamado para ocorrência de queimadura, o médico regulador de plantão do Samu Alagoas orientará a vítima ou a pessoa que ligou sobre quais procedimentos adotar. Nestes casos, a primeira atitude que deve ser tomada é afastar a vítima da chama e, se possível, também apagar a chama. Em seguida, é fundamental que o local queimado seja lavado com água corrente para que haja o resfriamento da lesão e que a região queimada seja coberta com um pano seco. Se for uma queimadura de grau leve, nós orientaremos o cidadão a procurar a unidade de saúde mais próxima do local do acidente para atendimento. Caso seja uma queimadura de extrema gravidade, deslocaremos uma de nossas ambulâncias para realizar o transporte desse paciente até os hospitais de referência, a exemplo do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió”, explica o médico socorrista do Samu Alagoas, Davi Pessoa.

Nesta época do ano, geralmente as ocorrências envolvendo queimaduras tendem a ocorrer devido ao uso exagerado de substâncias inflamáveis durante o acendimento de fogueiras. O médico do Samu faz alguns alertas sobre as medidas que podem ser adotadas para salvar vidas e ajudar a reduzir as chances de queimaduras severas em crianças e adultos. “É importante destacar que as pessoas não devem montar e nem acender fogueiras próximas à rede elétrica e jamais devem jogar qualquer tipo de substância inflamável sobre onde já existe uma chama, a exemplo de álcool, querosene ou gasolina, pois essa atitude pode aumentar os riscos de explosão e de queimaduras graves. Já em relação à soltura de fogos de artifício, os pais devem comprar esses artefatos em locais adequados e com certificação, adquirir os fogos de acordo com a faixa etária recomendada para cada criança e, acima de tudo, supervisionar a todo o momento os pequenos durante a brincadeira”, reforça Davi Pessoa.

Sobre aplicação de substâncias – Diante do momento de desespero da vítima de queimadura, alguns comportamentos errados a fim de aliviar as dores acabam sendo adotados pelo paciente, a exemplo da aplicação de substâncias em cima da região queimada. “Deve-se evitar colocar creme dental, manteiga, pó de café, clara de ovo, gelo, terra ou qualquer outra substância na queimadura para que não haja agravamento do ferimento. Essas crendices não proporcionam benefício algum às vítimas. O correto mesmo é sempre lavar o ferimento com água corrente e cobrir a região com um pano seco”, esclarece o profissional socorrista.

De janeiro a maio de 2021, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Alagoas atendeu 17 ocorrências de queimaduras. Além dos atendimentos pré-hospitalares de casos de queimaduras, o Samu também atende vítimas de acidentes de trânsito, quedas da própria altura, ferimentos por arma branca e por arma de fogo, quedas de altura, afogamentos, engasgos, casos obstétricos, atendimento psiquiátrico, casos clínicos como suspeitas de Acidente Vascular Cerebral (AVC), suspeitas de Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), além de pacientes com casos suspeitos ou acometidos pela Covid-19. O Samu Alagoas pode ser acionado através do número 192 e funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados