Rússia é banida da Paraolimpíada do Rio após escândalo de doping

Rússia é banida da Paraolimpíada do Rio após escândalo de doping

Por | Edição do dia 7 de agosto de 2016
Categoria: Esportes, Outros Esportes | Tags: ,,,,


A equipe paraolímpica da Rússia não poderá competir na Paraolimpíada do Rio de Janeiro, que começa no dia 7 de setembro. O presidente do IPC (Comitê Paraolímpico Internacional, na sigla em inglês), Philip Carven, anunciou neste domingo (7) que a delegação do país está banida dos Jogos Paraolímpicos de 2016 após envolver-se num escândalo mundial de doping.

Carven concedeu uma entrevista coletiva no início desta tarde, no Rio de Janeiro. Segundo ele, a decisão de tirar a Rússia da Paraolimpíada está baseada no relatório McLaren da Wada (Agência Mundial de Controle de Dopagem, na sigla em inglês), divulgado em julho deste ano.

O documento aponta que atletas olímpicos e paraolímpicos da Rússia se doparam para competir com apoio do Ministério do Esporte russo. Os atletas e equipes de laboratórios antidoping trocaram amostras colhidas para possibilitar que os esportistas burlassem regras e mesmo assim não fossem pegos em exames.

O relatório é resultado de uma investigação independente promovida pela Wada. A apuração foi iniciada após a atleta Yuliya Rusanova e seu marido, Vitaly Stepanov, oficial da agência antidoping russa, denunciarem num programa de TV alemão a existência de um esquema massivo de dopagem no atletismo russo.

Uma primeira investigação da Wada apontou que membros da Iaaf (Federação Internacional de Atletismo, na sigla em inglês), também ajudaram russos a escapar do doping. Antes da Olimpíada do Rio, a Iaff baniu a equipe russa de atletismo dos Jogos do Rio.

O COI (Comitê Olímpico Internacional) chegou a cogitar banir todo o time russo da Olimpíada. Decidiu, porém, que federações internacionais decidissem cada um por si o destino dos atletas russos na Rio-2016. A delegação russa na Olimpíada do Rio é comporta por 217 atletas.

2 comentários em “Rússia é banida da Paraolimpíada do Rio após escândalo de doping”

  1. Pingback: O Dia Mais
  2. Pingback: O Dia Mais

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados