Rodrigo Tenório é reconduzido ao cargo de procurador-chefe do MPF

Representando todos os empossados, ele ressaltou a evolução pela qual passa a instituição em termos de gestão e atuação

Por | Edição do dia 1 de outubro de 2015
Categoria: Maceió, Notícias


Foto: Assessoria

Foto: Assessoria

O procurador-chefe do Ministério Público Federal em Alagoas (MPF/AL), Rodrigo Tenório, foi reconduzido ao cargo pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em cerimônia realizada no Auditório Juscelino Kubitschek, da Procuradoria-Geral da República, na manhã desta quinta-feira (1).

Durante a solenidade, que contou com a presença de diversas autoridades, foram empossados os 32 procuradores-chefes e os respectivos substitutos de todas as unidades do MPF para o biênio 2015-2017. Rodrigo Tenório assumiu a chefia do MPF em Alagoas em outubro de 2013, tendo como substituta a procuradora da República Roberta Bomfim, que também foi reconduzida ao cargo.

Em seu discurso, Janot destacou a atuação do MPF nos últimos dois anos, segundo diretrizes de aprimoramento do diálogo institucional e realização de ações que favorecem a unidade, o profissionalismo, a efetividade e a transparência da Casa. Entre os avanços, ele citou a unificação dos mandatos, que permitiu maior profissionalização da gestão, o desenvolvimento gerencial dos membros, a exemplo dos cursos promovidos para procuradores-chefes, e a reorganização institucional por meio dos regimentos do Gabinete do PGR e dos regimentos Interno e Diretivo, decorrentes do processo de Modernização de Gabinetes.

Destacou, ainda, os novos desafios institucionais para o aperfeiçoamento do modelo de organização do trabalho (aprofundamento dos mecanismos de avaliação institucional, o reconhecimento às melhores gestões orçamentárias e a instituição de prêmios para as melhores atuações do MPF); a ampliação das certificações de qualidade, a formalização das políticas de atuação em diversas áreas e o investimento em tecnologia de tratamento da informação, ampliando a inteligência das análises de dados institucionais.

Representando todos os empossados, o procurador-chefe do MPF/AL, Rodrigo Tenório, ressaltou a evolução pela qual passou o MPF em termos de gestão e de atuação na área-fim. “Passamos a atuar conforme o planejamento estratégico da instituição. As mudanças são inúmeras: da organização da assessoria do PGR ao desenvolvimento do Único, do reconhecimento internacional à melhora dos instrumentos de investigação. Mudamos para melhor e devemos continuar mudando sempre, mantendo a nossa essência”.

Rodrigo Tenório também falou, em seu discurso, sobre o compromisso de trabalhar como gestores. “Estamos nos profissionalizando. Passamos a tomar posse juntos e a fazer curso de desenvolvimento de lideranças juntos. Dividimos, assim, as dificuldades e tornamos esse vínculo mais forte. Assumimos o compromisso do nosso trabalho como gestores, de abraçar a mudança e não ter medo de implementá-la. E tenho orgulho de fazer parte dessa jornada com os senhores. Tenho orgulho de fazer parte de uma instituição que anda com a coluna reta, a cabeça ereta e o coração tranquilo. Tenho orgulho de fazer parte de uma instituição que olha os cidadãos e diz: ‘vocês não estão sozinhos’”, acrescentou.

Integrante da mesa da solenidade, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, enfatizou o papel do Ministério Público como uma das principais molas transformadoras do País. “A instituição é aplaudida e reconhecida por todos os brasileiros. A missão de honrar a instituição a que pertencem, cumprir com o que estabelece a Constituição e trabalhar para que as coisas sejam feitas como devem ser feitas, não é simples”.

Mesa – Fizeram parte da mesa da solenidade de posse o procurador-geral da República, Rodrigo Janot; o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo; o ministro da Fazenda, Joaquim Levy; o ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Edson Fachin; e o presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), José Robalinho Cavalcanti.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados