Rodoviários marcam greve para esta terça-feira por causa de plano de saúde

De acordo com o líder dos rodoviários, a prefeitura não repassou os recursos

Rodoviários marcam greve para esta terça-feira por causa de plano de saúde

De acordo com o líder dos rodoviários, a prefeitura não repassou os recursos

Por | Edição do dia 17 de maio de 2021
Categoria: Maceió | Tags: ,,,,


Maceió vai amanhecer sem o transporte coletivo de passageiros feito por ônibus, nesta terça-feira (18). Pelo menos foi o que prometeu o sindicato dos rodoviários. O motivo seria a suspensão do atendimento médico aos rodoviários, no hospital que atende à categoria, a partir de convênio com as empresas. O pagamento – já com atraso – deveria ser feito nesta segunda-feira (17), mas, não foi feito e o plano de saúde suspendeu o atendimento aos rodoviários.

Num vídeo de pouco mais de dois minutos, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Transportes Rodoviários, Sandro Régis, convocou a categoria para uma greve às primeiras horas desta terça-feira, pegando os usuários de surpresa.

O líder dos rodoviários disse que a Prefeitura de Maceió não repassou os recursos para os empresários e estes, por sua vez, para o Sindicato da categoria, ocasionando no não pagamento da parcela do acordo que havia sido feito com o plano de saúde.

“A Prefeitura de Maceió tinha o compromisso de repassar os valores para os empresários até o último dia dez. Infelizmente, não fez esse repasse e, com isso, as empresas não repassaram esses valores ao sindicato, para que pudéssemos honrar o compromisso com o plano de saúde. Estou correndo atrás para que seja resolvido esse problema o quanto antes. E que, se não for resolvido hoje, companheiros, não tem outro caminho a não ser a gente cruzar os braços amanhã [terça-feira] porque não podemos ficar sem o atendimento do plano de saúde”, disse Sandro Régis.

“Reforço que, se esse problema não for resolvido hoje, amanhã a gente tem que cruzar os braços porque com saúde não se brinca e o plano de saúde é muito importante para nós rodoviários”, comentou o líder rodoviário.

Esse tipo de impasse entre rodoviários, empresários do setor e poder público está previsto na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). A Cláusula Trigésima Primeira da CCT diz que, “…havendo atraso no repasse dos subsídios direto sob responsabilidade do Município e Maceió, as empresas representadas pelo Sinturb-Mac, bem como o Sinttro e a SMTT se reunirão o mais breve possível para definição de novas datas para pagamento dos benefícios, em especial o ticket-alimentação e o Convênio de Saúde, sendo realizado estes pagamentos em até três dias úteis contados da data do efetivo recebimento dos valores dos subsídios direto pelas empresa”.

Quanto ao repasse dos subsídios pela Prefeitura de Maceió às empresas, a Cláusula diz que ele deve ocorrer mensalmente até o décimo quinto dia de cada mês, tendo início, em maior de 2021. Nessa contagem, levando-se em consideração que dia 15 foi no sábado, hoje seria o dia do repasse.

Veja o vídeo:

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados