Reunião discute regras para festividades de fim do ano em Maceió

Reunião discute regras para festividades de fim do ano em Maceió

Por Assessoria | Edição do dia 1 de dezembro de 2020
Categoria: Maceió, Notícias | Tags:


Ascom SMS

Com a proximidade do fim do ano, mas ainda em meio à necessidade das medidas preventivas do novo coronavírus, o secretário de saúde de Maceió, José Thomaz Nonô, e representantes de diversas áreas da SMS participaram, na manhã desta terça-feira (1º), de uma reunião para apresentar as orientações e fiscalizações para as festividades deste período.

O encontro, conduzido por integrantes da Força Tarefa do Ministério Público de Alagoas para prevenção e combate à Covid-19, contou com a presença de representantes da Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau/AL), do Observatório Alagoano de Políticas Públicas para o Enfrentamento da covid-19 da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems/AL).

O secretário Thomaz Nonô reforçou que os dados de novos casos, óbitos e ocupação de leitos continuam sendo analisados pela equipe da SMS, com o intuito de tomar as medidas necessárias do ponto de vista da assistência. “Nós estamos atentos a esses dados e ao cenário, sempre pensando em ofertar a melhor assistência, principalmente àqueles que dependem do SUS. Quanto ao réveillon, estará condicionado aos decretos municipal e estadual em vigência”, detalha.

De acordo com Nelson Menezes, coordenador geral da Vigilância Sanitária, o órgão é responsável pela fiscalização dos estabelecimentos e festas privadas.

“O que tem sido observado e dado é um parecer sanitário, que deve estar condicionado ao que é disposto nos decretos”, menciona o coordenador. “Todos os réveillons, incluindo o realizado pelos hotéis, devem passar seus protocolos pela Vigilância Sanitária para que adquiram ou não a favorabilidade sanitária e que vai depender do quantitativo que for apresentado na proposta do hotel, porque tem hotéis de diversos tamanhos”, relata.

Os decretos atuais permitem a liberação de eventos até 300 pessoas, seja em local fechado ou aberto. Caso não sejam emitidas novas regras, as festas deverão seguir o que é determinado pelo decreto em vigência.

Nelson reforçou ainda que, desde o início da pandemia, diversos protocolos foram criados pelas equipes da Visa de Maceió, com o objetivo de disciplinar a prestação de serviços dos diversos tipos de estabelecimentos. Nos próximos dias deve ser emitida pelo órgão uma nota sobre os protocolos para o revéillon.

Ações de enfrentamento à Pandemia

O secretário Thomaz Nonô detalhou as ações tomadas pela SMS desde os primeiros casos de covid-19 na Capital, como as estruturação de quatro unidades sentinelas e, na sequência, do Centro de Especialidade para tratamento de sequelas da doença, iniciativa pioneira no país.

“A vida humana é o bem maior que devemos proteger, por isso continuamos falando que é importante manter os cuidados. A busca pelas unidades no início dos sintomas também é fundamental”, comenta o secretário. “Também aproveito o espaço para, mais uma vez, parabenizar os servidores que continuaram trabalhando, atuando na linha de frente da covid-19”.

Durante a reunião, o secretário voltou a falar sobre a transparência priorizada pela SMS junto aos órgãos fiscalizadores, como é o caso do Ministério Público. “Foi isso que nós fizemos, dando total transparência bem antes da pandemia assumir a dimensão que assume agora e acho que, mais uma vez, isso foi extremamente produtivo”.

Na ocasião, o gestor destacou ainda a integração do Município com o Estado, o que possibilita um enfrentamento mais eficaz da doença em Alagoas. “Construímos um relacionamento democrático, aberto e fraterno. Mesmo diante das divergências, mas no geral o resultado pra população é extraordinário”, conclui Nonô.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados