Bom Dia!, Domingo - 19 de Janeiro de 2020

 

Reunião apresenta a novos prefeitos política de resíduos sólidos

Ascom / 3:58 - 21/11/2016


Esclarecer a importância da cultura do tratamento de resíduos para os municípios é a pauta da reunião com os novos gestores municipais alagoanos. O encontro está marcado para esta terça-feira, dia 22 de novembro, na sede da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).

Esse é mais um assunto importante que a AMA apresenta aos futuros prefeitos. Hoje, o Estado possui sete consórcios que, entre outras ações, vem tentando cumprir a legislação vigente com relação ao assunto. As entidades municipalistas continuam defendendo que o governo federal apresente a fonte de financiamento para a execução dos projetos.

Na reunião desta terça, o engenheiro químico e especialista em gestão de resíduos, Paulo Mesquita, do Maranhão, vai apresentar como os novos gestores podem se integrar a esse projeto de responsabilidade com o meio ambiente e população, sobre a importância de ter uma Central de Resíduos Sólidos para destinação correta do lixo produzido, além de explicar a diferença entre lixão, aterro sanitário e aterro concentrado.

Mesquita alerta que é importante diferenciar esses conceitos e aderir a uma política que preze pelo meio ambiente. “Com um tratamento adequado, o lixo não contamina o solo, nem a fauna e a flora circunvizinha, além de não atrair pragas e animais, como: urubu, rato, cachorro”, exemplifica.

O Secretário Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Alexandre Ayres e o presidente do IMA, Gustavo Lopes participam para apresentar a política estadual de resíduos sólidos e como o governo tem sido parceiro das cidades na execução dos planos ambientais.

PPA e Previdência

Ainda na pauta da reunião assuntos importantes como o PPA e previdência. O secretário Estadual de Planejamento e Gestão, Christian Teixeira vem a AMA para mostrar aos novos prefeitos a necessidade do planejamento e os cursos disponíveis para o aprimoramento dos técnicos municipais.

Com relação a previdência, um calo para os gestores, o advogado Gustavo Moura vem falar como os municípios podem enfrentar o problema e as soluções viáveis existentes.

 


Comentar usando