Repórter cinematográfico Falcon Barros morre vítima da Covid-19

Ele foi mais um dos jornalistas alagoanos que perdeu a luta para a Covid-19

Repórter cinematográfico Falcon Barros morre vítima da Covid-19

Ele foi mais um dos jornalistas alagoanos que perdeu a luta para a Covid-19

Por Thatyana Ferreira - estagiária sob supervisão | Edição do dia 12 de abril de 2021
Categoria: Alagoas, Coronavírus, Maceió | Tags: ,


Falcon foi mais um dentre os comunicadores alagoanos que perderam a luta contra a Covid-19. (Foto: Reprodução)

O repórter cinematográfico Falcon Barros morreu vítima de Covid-19 durante a madrugada desta segunda-feira (12). Ele estava internado há dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular localizado em Maceió. Havia apresentado uma melhora, mas não resistiu. Ele foi mais um dentre os comunicadores alagoanos que perderam a luta contra a Covid-19.

Falcon trabalhava na TV Gazeta há 40 anos, desde 1981, e também era supervisor de imagens da emissora. Ao longo da sua consolidada carreira ele ganhou vários prêmios, dois deles em 2014 no Prêmio Octávio Brandão de Jornalismo Ambiental, na categoria Reportagem Cinematográfica e só nesta época ele já tinha ganho cerca de quinze premiações pelo seu trabalho.

Resgistro feito no dia da premiação Octávio Brandão de Jornalismo Ambiental (Foto: Jonathan Lins)

 ‘Quanto mais o tempo passa, mais o nosso trabalho vai melhorando. É como vinho! Quanto mais velho, mais apreciável fica’; afirmou Falcon em uma entrevista depois de ganhar os dois prêmios em 2014.

O repórter deixou sua esposa Ana Barros, que também trabalhava na TV Gazeta, e seus filhos. De acordo com informações dos familiares não haverá velório e o sepultamento será às 16h no Cemitério Memorial Parque Maceió, localizado no Benedito Bentes. Familiares e amigos lamentaram a perda nas redes sociais.

Amigos lamentam a morte do repórter nas redes sociais (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados