Reggae brasileiro: Artistas se destacam nas plataformas digitais

Músicos tem números impressionantes em plataformas como, YouTube e Spotify

Reggae brasileiro: Artistas se destacam nas plataformas digitais

Músicos tem números impressionantes em plataformas como, YouTube e Spotify

Por | Edição do dia 25 de setembro de 2018
Categoria: Cinema, Diversão | Tags: ,,,,


Criar um canal no Youtube, pegar câmera e violão, apertar play e começar a gravar covers de cantores famosos. Esse é o caminho utilizado por várias pessoas para alcançar o sucesso, e não foi diferente com o mineiro Gabriel Elias, de 24 anos, considerado um dos músicos com mais destaque no Brasil.
Com 840.968 ouvintes mensais no Brasil, sendo 30.633 no Distrito Federal, segundo dados do Spotify, o mineiro com os pés na areia envolve o público com sonoridade embalada pelo reggae, ska e surf music. Gabriel tem números impressionantes também no Youtube, são 731.567 inscritos.
cantor de reggae

O canal de Gabriel com músicas autorais e covers alavancou e popularizou o músico mineiro (foto: Reprodução/Instagram)

“Minhas inspirações vêm da praia! O reggae é apenas umas das referências do meu som, que passeia também pela surf music, além do pop. O trabalho que fazemos é orgânico, sem grandes investimentos. Acredito que a sinceridade das músicas é o que aproxima as pessoas”, contou Gabriel Elias.
Som inovador
Gabriel Elias faz parte da safra de músicos que são influenciados pelo ritmo e sonoridade dançante do reggae. O gênero musical desenvolvido na Jamaica, na década de 1960, foi uma fusão entre o rocksteady e o ska, dois primeiros ritmos jamaicanos que se diferem na variação rítmica.
Em um cenário repleto de sertanejo e funk, músicos têm reinventado o gênero jamaicano com outros ritmos, como rock e MPB. O jovem gaúcho Vitor Kley, de 23 anos, teve seu hit O sol tocado em todas as rádios. O videoclipe da canção pop com ar praiano misturado com reggae e rock já foi acessado por mais de 78 milhões de pessoas no Youtube.
Vitor Kley

Vitor tem como uma das suas grandes influências o cantor Armandinho (Foto: Divulgação/internet)

Apadrinhado
“Acabo tendo muitas influências do reggae, pois fui apadrinhado por um dos maiores artistas de reggae do nosso país, Armandinho. Minhas influências musicais são diversas! Gosto de tudo! De Queen até Ed Sheeran e de Barão Vermelho ao próprio Armandinho. Pra mim música boa é música boa, independente de estilo ou gênero musical” disse Vitor Kley.
Já a banda Lagum não tem um estilo definido, os mineiros mesclam entre o reggae, rock e pop em suas canções. Os irmãos Diogo, Rodrigo e Gabi, da banda Melim, misturam reggae, pop, surf music e MPB. O sucesso reflete no canal do trio no Youtube, com aproximadamente 422 mil inscritos e mais de 4 milhões de visualizações.
Uma das principais bandas do estilo, o Maneva completa 13 anos de estrada, trazendo mensagens positivas e boas vibrações do reggae com uma combinação entre MPB, rock, funk e outros estilos. Segundo números do Spotify, o grupo tem 1.074.195 pessoas escutando mensalmente suas músicas no serviço de streaming.
“O reggae se mistura facilmente com outros gêneros, acredito que esse seja o grande fator para esse sucesso. Podemos dizer que ele é primo do forró, combina com a sanfona do sertanejo… Isso torna o reggae ainda mais popular. O brasileiro gosta dessas misturas, que é reflexo da nossa diversidade”, completou Gabriel Elias.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados