Reeducandos iniciam trabalhos no 5º Batalhão da Polícia Militar

Ao todo, 380 custodiados prestam serviços em 22 instituições públicas e privadas em Alagoas

Reeducandos iniciam trabalhos no 5º Batalhão da Polícia Militar

Ao todo, 380 custodiados prestam serviços em 22 instituições públicas e privadas em Alagoas

Por | Edição do dia 14 de julho de 2016
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


Uma nova oportunidade para recomeçar a vida prestando um serviço importante para sociedade. Nesta quarta-feira (13), oito custodiados dos regimes aberto e semiaberto iniciaram os trabalhos de limpeza, pintura e manutenção do 5º Batalhão da Polícia Militar, situado no bairro Benedito Bentes, em Maceió. A ação obedece aos critérios da Lei de Execuções Penais.

Oito custodiados dos regimes aberto e semiaberto iniciaram os trabalhos de limpeza, pintura e manutenção do 5º BPM (Foto: Assessoria)

Oito custodiados dos regimes aberto e semiaberto iniciaram os trabalhos de limpeza, pintura e manutenção do 5º BPM (Foto: Assessoria)

A iniciativa foi possível graças a uma parceria firmada entre o setor de Reintegração Social da Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) e a Polícia Militar. Ao todo, 22 instituições públicas e privadas são contempladas com os serviços de 380 reeducandos. Todos eles estão inseridos no projeto da Reintegração que há 13 anos qualifica, seleciona, fiscaliza e oferta oportunidade de trabalho.

Como benefício, os custodiados que trabalham têm direito a remição em um dia na pena a cada dia de serviço, além de auxílio financeiro para custear suas despesas. De acordo com a chefe de Reintegração Social, Shirley Araújo, trata-se de uma grande chance para construir um futuro digno. “Com o trabalho o apenado é respeitado e consegue interagir no meio social”, ressaltou Shirley Araújo.

O comandante do 5º Batalhão da PM, tenente-coronel Carlos Amorim, destacou o apoio recebido. “Fizemos a solicitação junto ao gestor da Seris, tenente-coronel Marcos Sérgio de Freitas, e prontamente fomos atendidos com os serviços. Esse projeto é fundamental, pois além de manter o Batalhão limpo, estamos ressocializando e valorizando o ser humano”, comentou o comandante.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados