Quatro pessoas são assassinadas durante o domingo em Alagoas

Crimes aconteceram em municípios distintos e ninguém foi preso até o momento

Quatro pessoas são assassinadas durante o domingo em Alagoas

Crimes aconteceram em municípios distintos e ninguém foi preso até o momento

Por Thatyana Ferreira - estagiária sob supervisão | Edição do dia 15 de março de 2021
Categoria: Notícias, Polícia | Tags: ,


Foto: Ilustração

Quatro pessoas foram assassinadas em Alagoas neste domingo (14). Os crimes aconteceram nos municípios de Feira Grande, Maceió e Taquarana.  A polícia também registrou quatro tentativas de homicídio no estado. Não há informações sobre as autorias e motivações dos crimes. 

O primeiro caso aconteceu na Zona Rural do estado de Alagoas, em Feira Grande, por volta das 9h. A vítima, um homem de 62 anos, identificado como Moacir Santana Filho, foi assassinado, nas proximidades de um posto de saúde, por disparos de arma de fogo e morreu no local antes de receber atendimento médico.

De acordo com testemunhas os suspeitos levaram a carteira da vítima e fugiram do local em um carro prata depois de cometer o crime. De acordo com informações de seus familiares, a vítima estava em liberdade há quatro anos depois de ter cumprido uma pena de dez anos no sistema prisional de Sergipe, mas o motivo da sua prisão não foi divulgado. 

Já em Maceió houveram dois homicídios, sendo um no bairro de Jardim Petrópolis e outro no Jacintinho. No Jardim Petrópolis o crime foi registrado por volta das 14h e além do assassinato também houve uma tentativa de homicídio. A guarnição motorizada da Força Tarefa 23, que integra o 5º Batalhão de Polícia Militar, estava realizando ronda no bairro quando encontrou as vítimas, numa área conhecida como Grota Poço Azul.

As vítimas foram identificadas como José Augusto da Silva, vulgo Chico, e Wellington Francisco da Silva, de 25 anos. José Augusto foi atingido por disparo de arma de fogo, na região das costas, mas foi socorrido por populares e levado ao Hospital Geral do Estado (HGE), foi submetido a uma sutura e encontra-se estável. Já Wellington Francisco, que foi atingido por tiros no braço direito e no pescoço, morreu antes de receber assistência médica.

No Jacintinho, o crime ocorreu por volta das 22h por trás do Batalhão de Polícia de Eventos (BPE). A vítima, um homem identificado apenas como Paulinho, foi assassinada com um golpe de arma branca no pescoço e foi deixada em um local de difícil acesso, numa região conhecida como Morro do Ary, necessitando então da intervenção do  Corpo de Bombeiros.

O último homicídio também foi na Zona Rural do Estado, mas desta vez em Taquarana por volta das 16h. A guarnição motorizada do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Taquarana, foi acionada devido a uma denúncia de homicídio por arma branca em frente a uma igreja católica da cidade. Chegando no local encontraram duas vítimas, sendo um jovem de 21 anos que já estava sem vida e uma segunda vítima que foi encaminhada a um hospital local para receber o atendimento médico necessário.

Equipes do Instituto Médico Legal (IML) e do Instituto de Criminalística (IC) estiveram presentes em todos os locais em que os crimes aconteceram, para que as medidas necessárias em relação aos corpos das vítimas fatais fossem tomadas. Ninguém foi preso até o momento e os casos devem seguir para investigação das autoridades competentes. 

Tentativas de homicídio

Mais duas tentativas de homicídio foram registradas no estado de Alagoas neste domingo, sendo uma em Girau do Ponciano e outra em Arapiraca. Em Girau do Ponciano, um homem de 25 anos foi atingido por disparos de arma de fogo, por volta das 17h, sendo socorrido por familiares. As informações fornecidas aos militares foram que o principal suspeito de cometer o crime era o cunhado da vítima que não foi localizado. 

Já em Arapiraca, a vítima tem 22 anos, e também foi atingida por disparos de arma de fogo, em frente a uma igreja evangélica, sendo encaminhado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), a um hospital local. O suspeito de cometer o crime fugiu do local e segue foragido. 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados