Quatro indivíduos são presos por tráfico de drogas e homicídio em Alagoas

Operação deflagrada nesta quarta-feira, 8, cumpre cinco mandados de prisao e sete de busca e apreensão

Quatro indivíduos são presos por tráfico de drogas e homicídio em Alagoas

Operação deflagrada nesta quarta-feira, 8, cumpre cinco mandados de prisao e sete de busca e apreensão

Por | Edição do dia 8 de abril de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,,


ksdkn

Foto: SSP-AL

Com o objetivo de desarticular facções criminosas de tráfico de drogas e homicídio, uma operação policial, denominada de Naufrágio, foi deflagrada nesta quarta-feira, 8, pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), em parceria com as Polícias Civil e Militar, em Coqueiro Seco e no bairros Pitanguinha e Bom Parto, em Maceió. Foram expedidos cinco mandados de prisão e sete de busca e apreensão. Até o momento, quatro suspeitos foram presos.

De acordo com a SSP, as investigações apontaram que um homem era responsável pelo tráfico de drogas em Coqueiro Seco e que ele tinha ligações com um integrante de uma conhecida facção criminosa.

Durante o cumprimento dos mandados, as equipes policiais prenderam este indivíduo e outros três homens, que eram responsáveis pelo transporte de drogas até Coqueiro Seco. Eles utilizavam barcos para levar os entorpecentes até a cidade, fato que deu origem ao nome da operação. As prisões foram realizadas em Coqueiro Seco e em Maceió no bairro do Bom Parto.

Com um dos indivíduos foi apreendido uma arma de fogo. As equipes também apreenderam uma quantidade de drogas.

Em seguida, os presos e o material apreendido foram encaminhados para a sede da Divisão de Especial de Investigação e Capturas (DEIC), no bairro da Santa Amélia, em Maceió.

Os mandados foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital e a operação policial continua acontecendo, ela está sendo coordenada pelo delegado Gustavo Henrique, diretor da DEIC, e pelo tenente-coronel Moura Barros, comandante do 4° Batalhão da Polícia Militar (BPM). A ação também tem participação dos grupos Asfixia, Capturas e Tigre.

A população pode contribuir repassando informações por meio do Disque Denúncia 181. A ligação é gratuita e o sigilo garantido.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados