Pronatec: Reeducandos recebem certificados de qualificação profissional

Ação é uma parceria entre Seduc e Seris e dá condições aos reeducandos ingressarem no mercado de trabalho

Pronatec: Reeducandos recebem certificados de qualificação profissional

Ação é uma parceria entre Seduc e Seris e dá condições aos reeducandos ingressarem no mercado de trabalho

Por Redação com Assessoria | Edição do dia 25 de abril de 2022
Categoria: Educação | Tags: ,,,,


Nesta segunda-feira (25), o auditório da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) foi palco de uma nova etapa da vida de alunos reeducandos do sistema prisional. A entrega dos certificados de conclusão do curso de qualificação profissional para os formandos, fruto da parceria entre as secretarias de Estado da Educação (Seduc) e de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), reuniu 15 alunos. Na cerimônia estavam presentes familiares dos formandos, professores homenageados, equipe da Seris e o Secretário do Estado da Educação, José Márcio.

“Vocês são uma turma especial, com um número de evasão muito pequeno e com esse espírito de grupo que é muito importante para a conclusão. É um passo muito importante nesse processo de ressocialização e para o resto das suas vidas”, enfatizou o Secretário do Estado da Educação José Márcio.

O momento foi de alegria não só para os formandos, mas também para a equipe de educação prisional, como relata a gerente de Educação Penitenciária, Cíntia Moreno. “Estamos muito felizes, pois apesar de não ser um ambiente fácil ocorreu tudo dentro dos conformes, terminamos com um índice de aprovação muito bom”, conta.

Cíntia ressalta também que o trabalho do profissional da educação foi um elemento muito importante. “O profissional enviado pela Seduc foi muito comprometido e engajado, conseguiu entender a nossa dinâmica e isso fez total diferença para os reeducandos”, completou.

Denis Souza Ferreira, educador que ministrou as aulas para a turma, conta que a experiência foi muito engrandecedora. “Nós que estamos fora do sistema prisional temos uma visão diferente do que realmente acontece lá. A turma foi muito dedicada, eram verdadeiros alunos. Foi uma oportunidade muito gratificante tanto para eles quanto para mim, pois o professor não vai só ensinar, vai aprender também e eu aprendi bastante”, finalizou.

Com duração de quatro meses , o curso profissionalizante tem certificação reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e visa auxiliar os reeducandos a terem mais possibilidades para construir uma nova vida no futuro.

Rica Riqueza é uma das alunas formadas e olha para o futuro com mais esperança. “O Pronatec conseguiu enxergar que nós temos capacidade de ir para o mundo e fazer diferente. O curso nos ajudou a desenvolver mais uma habilidade, foi muito bom ter contato com outras pessoas de fora e trocar experiências. Só tenho que agradecer a quem acreditou em nós”, concluiu.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados