Projeto que beneficia negócios de impacto socioambiental de Alagoas é aprovado pela Assembleia Legislativa

Iniciativa vai ajudar a dar mais impulso para criação e manutenção de um ambiente de negócios para as empresas que atuam com esse foco no estado

Projeto que beneficia negócios de impacto socioambiental de Alagoas é aprovado pela Assembleia Legislativa

Iniciativa vai ajudar a dar mais impulso para criação e manutenção de um ambiente de negócios para as empresas que atuam com esse foco no estado

Por Ascom Sebrae | Edição do dia 25 de junho de 2021
Categoria: Economia, Notícias | Tags: ,,,


Imagem: Ascom Sebrae

A Assembleia Legislativa Estadual (ALE) aprovou, na quarta-feira (23), o projeto de lei que institui a Política Estadual de Investimentos e Negócios de Impacto Socioambiental de Alagoas, o NISA, que beneficia os empreendimentos que geram impacto socioambiental ao mesmo tempo em que produzem resultado financeiro positivo de forma sustentável.

A aprovação do projeto de lei vai ajudar a dar mais impulso para criação e manutenção de um ambiente de negócios para as empresas de impacto socioambiental no estado. De autoria do deputado Davi Maia (DEM), a nova lei foi criada “a várias mãos”, já que a elaboração do texto contou com a participação de empreendedores e entidades como o Sebrae Alagoas.

“Vale ressaltar que a lei não é só minha. Em 2019, realizamos o primeiro Hackathon Legislativo, e construímos juntos essa legislação. Obrigado aos coautores por somar forças à construção desta lei e aos demais envolvidos por todo o suporte. Vamos sempre buscar desenvolver projetos que beneficiem e que tragam o desenvolvimento ao Estado de Alagoas”, disse ele, por meio do seu perfil no Instagram.

“Estes negócios, os NISA, são iniciativas financeiramente sustentáveis, nascidas com a intenção de resolver problemas sociais e ambientais. Na prática, a lei vai promover e fomentar os NISA em Alagoas, proporcionando mais oportunidades de desenvolvimento nas comunidades”, completa o deputado.

Atualmente, só os estados do Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro contam com uma legislação voltada para os negócios de impacto socioambiental. Alagoas, agora, é o terceiro do país a desenvolver uma lei que reforça que cuidar do meio ambiente e das questões sociais também é um bom negócio.

“A lei também tem um olhar para a questão de investimentos para esses negócios. Então, de certa forma, também fortalece os negócios já existentes, como também incentiva a criação de outros mais”, explica Ana Madalena Sandes, analista da Unidade de Soluções e Inovações (USI) do Sebrae Alagoas.

“E olhando para um estado como Alagoas, que tem muita desigualdade social, os negócios de impacto são totalmente favoráveis para minimizar esses problemas. É essa a importância da lei para esses negócios, para o novo empreendedorismo”, destaca.

Ana Madalena também chama atenção para um desdobramento fundamental na economia: “na verdade, o que a gente espera é que todos os negócios, um dia, sejam negócios de impacto social e ambiental”, prevê a analista do Sebrae.

Preocupado em fomentar estratégias de desenvolvimento para esse tipo de negócio, o Sebrae Alagoas realizou, no início desse ano, o primeiro Encontro do Ecossistema de NISA de 2021. Cerca de 20 instituições parceiras, empreendedores e demais integrantes dos segmentos envolvidos participaram do evento.

Entre os temas debatidos estiveram a regulamentação da lei dos negócios de impacto social, para atrair mais investimentos e desenvolvimento para as empresas envolvidas em negócios assim em Alagoas. Também foram debatidos temas como o planejamento das ações promovidas e articuladas pelo Sebrae e parceiros, envolvendo vertentes como diversidade e inclusão; governança; programas e ações; políticas públicas; ambientes de inovação e ICTI; formação de talentos e recursos financeiros.

Já entre as estratégias previstas para 2021, estão: criar linhas de fomento para esses negócios; definir modelo de governança e liderança para o ecossistema; mapear as necessidades e demandas; captar editais de fomento; implementar políticas NISA nos municípios; incentivar habitats e coworking para NISA; mapear tecnologias sociais inovadoras existentes em áreas periféricas e disseminar essa cultura nessas áreas; prospectar investidores locais e criar fundos para financiar negócios.

Atendimento remoto

A equipe do Sebrae está mobilizada para atender as demandas dos empresários, que também podem contar com a estrutura de cursos online e gratuitos do portal EAD Sebrae com mais de 100 opções de cursos, basta acessar https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline.

O empresário pode entrar em contato com a instituição pelos canais remotos e digitais, como o portal sebrae.com.br/alagoas, telegram t.me/sebraealagoas, whatsapp e Telefone 0800 570 0800, chat e e-mail fale.sebrae.com.br, instagram @sebraealagoas, twitter @sebraealagoas, facebook /SebraeAlagoas, youtube @sebraealagoas e o linkedIn Sebrae Alagoas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados